Siemens e Microsoft lançam OpenScape na Telexpo 2004

0
0

A Siemens Enterprise Networks, divisão de telecomunicações fixas para empresas, e a Microsoft lançam no Brasil o OpenScape. Trata-se de um sistema de software projetado para aumentar a eficiência da comunicação em tempo real e a colaboração entre indivíduos e equipes de trabalho. A demonstração está sendo realizada no estande da Siemens na Telexpo 2004 até o dia 5 de março.

O produto, desenvolvido em parceria com a Microsoft, utiliza a plataforma .Net e o Live Commnications Server, parte integrante da família Office System da Microsoft. O sistema, lançado nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha e Suíça no final de 2003, já está sendo implantado em organizações como a Intel, a Universidade do Exército Alemão e a própria Microsoft. No Brasil e no Mercosul, a solução será comercializada a partir de julho de 2004, prioritariamente por meio de integradores de sistemas de TI, empresas de outsourcing e consultorias especializadas em processos e tecnologia.

Na avaliação da diretoria da companhia, não exise um nicho de mercado específico para comercialização do sistema, pois toda a base de telefonia atual das empresas brasileiras é mercado potencial para instalação da solução. “O OpenScape é o primeiro software da Siemens totalmente desvinculado da própria plataforma de telefonia que hoje comercializamos. Ele se comunica com centrais de qualquer fabricante. Como todos os setores empresariais compartilham os mesmos problemas de comunicação (vários equipamentos e falta de integração entre as ferramentas), acreditamos haver um enorme mercado para esse tipo de solução”, afirma Marcos Cunha, diretor-geral da Siemens Enterprise Networks. O executivo informa que foram aplicados US$ 60 milhões no desenvolvimento do OpenScape, e que a previsão da empresa é que o mercado de aplicações convergentes esteja maduro por volta de 2007, com diversas empresas provendo soluções de segunda geração de voz sobre IP (2gIP). “Nosso plano é consolidar a liderança com mais de 50% de participação nesse cenário futuro”, afirma o executivo.

O OpenScape acrescenta o conceito de “presença” aos sistemas de telefonia e permite acesso a suas facilidades a partir de sistemas de Tecnologia da Informação. Correio eletrônico, sistemas de workflow, softwares de gestão empresarial e de gerenciamento do relacionamento com o cliente (CRM) são alguns exemplos. Por meio de interfaces gráficas ou através de interfaces puramente de voz, o usuário passará a ter acesso consolidado e homogêneo a todos os recursos de comunicação da rede da empresa em que trabalha.

Além da redução de custos operacionais e do aumento de produtividade, os usuários de OpenScape passam a controlar, através de uma única interface, todas as ferramentas de comunicação com as quais trabalham diariamente. Por meio de programação prévia de status e de regras, cada usuário determina por quais pessoas, em quais horários e de que maneira prefere ser contatado. Esse acesso pode ser via mensagem de texto ou voz, e-mail ou por ligação telefônica. A programação não é estática. O sistema é inteligente e avalia diversos “indicativos de presença” como, por exemplo, compromissos lançados no Microsoft Outlook, estado do ramal telefônico (disponível, ocupado, desviado etc), proximidade entre celulares e computadores equipados com a tecnologia Bluetooth e, até mesmo, a presença do usuário em determinado ponto da rede móvel (uso do celular).

Entre os recursos do sistema, destaca-se a possibilidade do usuário escolher um único número para divulgar em seu cartão de visitas. De posse da informação de status de presença do usuário, das regras de acesso e também da informação sobre o dispositivo de comunicação disponível no momento, o OpenScape recebe as chamadas e as encaminha seja para a mesa de trabalho, residência, aparelho celular ou qualquer outro número que o usuário tiver indicado como preferido no instante em que a chamada ocorrer. Caso o usuário se encontre em uma situação onde tenha autorizado acesso apenas para um grupo restrito de pessoas, o OpenScape desvia as chamadas não autorizadas para um portal de voz self-service.

Outro ponto de destaque da solução é o portal de voz com facilidades de reconhecimento de voz natural e de “text-to-speech”, que terá interface disponível em português antes mesmo das versões em espanhol, italiano e francês chegarem ao mercado. Por meio desse portal, os próprios usuários ou seus contatos externos podem interagir com o sistema. O portal permite desde a gravação de uma mensagem no “voice-mail” até o agendamento de reuniões no calendário do usuário. “Se eu estiver fora do escritório, por exemplo, sem um computador à mão e sem acesso a Internet, posso ligar para meu próprio portal e recuperar um documento via voz ou pedir ao OpenScape que o transmita para uma máquina de fax próxima”, comenta Fernando Nogueira Cesar, gerente gerente de alianças da Siemens Enterprise e responsável pela introdução do OpenScape no Brasil.

Com a introdução do OpenScape no mercado brasileiro, a Siemens também está apostando no desenvolvimento do mercado de colaboração corporativa, que tem potencial de reduzir custos com viagens e tornar os usuários mais produtivos. De acordo com o instituto de pesquisa Frost & Sullivan, o segmento de serviços de conferência crescerá mais de 100% até 2008, quando a perspectiva é atingir a marca de US$ 8 bilhões, considerando apenas o mercado norte-americano.

O sistema também é capaz de estabelecer conferências, sem que os participantes precisem ligar para a conferência em data e horário marcados. Com o OpenScape é a conferência que liga para os participantes e coloca à disposição, visualmente, as informações sobre quem está presente e sobre quem não está (juntamente com o motivo). A solução utiliza a tecnologia SharePoint da Microsoft para dar acesso aos documentos a serem discutidos pelos participantes. Além de visualizá-los, os participantes também podem trabalhar colaborativamente sobre esses documentos, fazendo uso da tecnologia Microsoft Live Meeting, agregada ao OpenScape. Para Alexandre Souza, gerente de produtos e soluções Office da Microsoft Brasil, a parceria com a Siemens no desenvolvimento de uma solução como o OpenScape reforça a confiança mútua entre duas empresas inovadoras e parceiras tradicionais.