Telefonia IP abre novas oportunidades

0
0


Oportunidades de negócios promissoras estão sendo abertas para os “investidores de plantão” na esteira das novas tecnologias na área de telecomunicações. Uma delas é o investimento em representação de operadora de telefonia VoIP. Na avaliação do presidente da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação (Abrat), Marcos Gomes, o segmento de VoIP deve crescer no mínimo 50% este ano no país.

O mercado é promissor. Em dezembro de 2005, mais de 12 milhões de brasileiros estavam conectados à Internet. Do total, 7,5 milhões de usuários – o equivalente a 62% – têm acesso por meio de banda larga, item primordial para o uso do VoIP. A procura por serviços de voz sobre Internet deve crescer cerca de 87,5% ao ano em toda a América Latina, de acordo com as previsões da consultoria Frost & Sullivan.

De olho nisso, a operadora Tellfree abriu espaço para os “parceiros regionais”. De acordo com Fábio Sulzbacher, gerente comercial da Tellfree, a estratégia vai ao encontro do principal objetivo da operadora em 2006: estender a área de cobertura a todo o território nacional, permitindo disponibilizar aos usuários qualquer um (ou até mais de um) dos 67 códigos telefônicos existentes. “Com as parcerias, ganhamos velocidade na expansão e implementação do nosso serviço”, diz.

Parceiros de negócios – Os representantes da Tellfree funcionam como unidades de negócios. “São investidores familiarizados com a cultura de cada região, que atuam na prospecção de mercado, comercialização de serviços e atendimento personalizado às solicitações dos clientes. Montamos esse modelo de negócio para ter mais um diferencial no mercado”, destaca Fabio. Segundo ele, o número de interessados em constituir parcerias com a Tellfree é cada vez maior.

A plataforma da Tellfree abrange hoje 77 cidades, dentre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. Algumas capitais estão na lista de prioridades da empresa, dentre elas Florianópolis, Brasília, Goiânia, Salvador, Cuiabá, Campo Grande e Aracaju. “A meta da Tellfree é fechar 2006 com cerca de 200 novos parceiros locais”, conta Fabio. Hoje, eles já somam 20, sendo os últimos das cidades de Santos, João Pessoa, Belém e Vitória.

Além disso, segundo o diretor de tecnologia da operadora, Daniel Duarte Filho, a meta da empresa é se tornar líder no segmento no país até 2008 se apoiando no custo-benefício que ela pode oferecer ao mercado. “Temos um projeto muito bem elaborado e estruturado para atender principalmente os ambientes corporativos. Em um mercado em plena expansão, apesar do desconhecimento que ainda o cerca, isso fará a diferença”, afirma.