Televendas nas alturas

0
1



Criada em 2009 por dois sócios vindos da área de turismo e marketing digital, a Viajanet vem conquistando a cada dia mais espaço no mercado de viagens. Se aproveitando do crescimento da classe C, que a cada dia está mais disposta a viajar, a agência vem fortalecendo sua estrutura para dar apoio ao aumento da demanda. Porém, um dos momentos de virada da empresa foi a operação de televendas, como revelou Maurício Martineli, gerente de operações Latam da Viajanet, durante o 2º Meeting ClienteSA Televendas, que começou ontem (03) e segue até domingo, no Hotel Terras Altas, em Itapecverica da Serra.



Apesar de ter nascido com a proposta de ser uma agência exclusivamente on-line, logo ela percebeu a oportunidade que havia com o televendas. Para dar força à operação, a Viajanet adotou a plataforma de atendimento multicanal da VoxAge. Os bons resultados podem ser medidos próprio crescimento da área. Em maio de 2011, quando foi feita a implementação, eram 80 PAs para atendimento por telefone, 80 PAs para e-mail e 10 para chat. Um ano e meio depois já tinha saltado para 170 PAs para telefone, 170 PAs para e-mail e 170 para chat. “Contabilizamos um aumento no número de atendimentos por mês. Fomos para 60 mil ligações atendidas, 5 mil contato por chat e 15 mil mensagens”, contabilizou Martineli.



Mais do que isso, ele destacou que com a solução foi possível aumentar a qualidade da venda. A plataforma permite fazer o monitoramento remoto por Iphone ou Ipad, oferece um dashboard da operação on-line e real time, faz a gravação das ligações e conversas e a montoria das ligações e web chat. “Além disso, temos a integração com o Reclame Aqui, o que nos permite ser pró-ativo quando ele tiver algum problema com o serviço”, comentou o gerente. Para o futuro, ele colocou que os próximos passos são a captura de dados por telefone, atendimento nas mídias sociais, URA humanizada e web chat automatizado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSorriso pode ser lucrativo
Próximo artigoPode comprar, sem medo!