O canal para quem respira cliente.

Teste de conhecimento



Autor: Francisco Reisner

 

“Hoje vamos parar a operação por uma hora para aplicar um teste escrito para sabermos como anda o conhecimento de vocês sobre os produtos que vendem”. Essa frase o colaborador gosta de ouvir, afinal causa um refresco no trabalho. Mas causa calafrios em muitos gestores. Manter a operação parada durante uma hora não é nada positivo, mesmo que os resultados, posteriores, sejam benéficos, naquele momento a empresa tem perda total de produção.

 

E “Hoje cada um de vocês terá cinco minutos para realizar um teste. Podem fazer no momento que tiverem menos serviço. Quem demonstrar mais conhecimento vai ganhar este prêmio aqui”. Essa frase já causa um efeito muito positivo. Além de não precisar parar a operação, como os colaboradores ainda têm a chance de ganhar algo, estes se sentem motivados a se preparem para o teste.

 

Seguindo essas duas idéias, conseguimos ver claramente a diferença entre os testes tradicionais e o Rapid Learning. Com essa nova ferramenta é possível aplicar testes de conhecimento sem parar as atividades da empresa, de forma rápida, interativa e divertida.

 

Diante da pressão do dia a dia, realizar um teste escrito tradicional não vai render os resultados desejados pelas corporações. Você pede para o seu colaborador parar durante um período do dia para realizar um teste. Além de incomodá-lo para se deslocar para outro ambiente, ele sabe que tem diversas tarefas pra realizar e, muitas vezes, realiza aquele teste de qualquer forma pra se ver livre em um tempo curto. Conclusão, ele não absorveu conhecimento algum e a empresa jogou tempo fora.

 

O Rapid Learning permite ao colaborador realizar os testes, em formatos de quizzes, no momento que estiver mais tranqüilo e com vontade. A vantagem é que não é necessário se deslocar, nem ter custos adicionais com infraestrutura (sala, materiais etc). Além disso, por utilizarem elementos multimídia, como animações, exercícios interativos, imagens e vídeos, as soluções online proporcionam uma experiência mais rica e motivadora.

 

Os responsáveis por campanhas de incentivo baseadas em conhecimento se veem sempre às voltas com o controle dos participantes (saber quem e o que fez), com a geração de rankings e, pior, com a desconfiança dos participantes de que os resultados possam estar sendo manipulados para benefício de alguns. Uma campanha de incentivo baseada em questionários online resolve imediatamente os quesitos acima, além de acrescentar, como bônus, a avaliação do conhecimento dos participantes e, desta forma, orientar ações de treinamento.

 

Como o próprio nome já diz, o Rapid Learning traz um rápido conhecimento aos colaboradores e, de forma rápida, virão os novos e bons frutos para sua empresa.

 

Francisco Reisner é diretor da Quiz Company. ([email protected])

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima