Wireless é destaque na Telexpo 2005

0
4

O “Wireless & Internet” será um dos fóruns do Congresso da Telexpo 2005 e abordará a evolução e a convergência das tecnologias no país, com destaque para o crescimento acelerado dos telefones móveis, que ultrapassaram o número de telefones fixos em grande escala. O evento, organizado pela Advanstar, acontece de 1º a 4 de março, no Expo Center Norte, em São Paulo, com o tema “Onde os Negócios Acontecem” e contará com mais de 50 sessões, divididas em nove fóruns de debate.
Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) o faturamento em 2005 foi de R$ 79,5 bilhões, que representa um crescimento nominal de 24% (real de 11%) em relação ao ano passado. O resultado foi alavancado pelo crescimento nominal de 51% da área de Telecomunicações, em função do desempenho da telefonia celular, principalmente no mercado interno.
Os temas serão divididos em quatro painéis: “A Hora e a vez da 3G”, com a participação do presidente da Nortel, Rodrigo Abreu; “Celular no Brasil: Entre os Top 5 mercados Mundiais”, com a presença sócio da consultoria Mckinsey, José Leal; “Terminais: A Tecnologia Tornando a Vida mais Fácil”, com o vice-presidente da Ericsson, Carlos Duprat; e “Regulamentação: Alavancando o Crescimento Rumo á Sociedade da Informação”, com o vice-presidente e diretor geral da Qualcomm no Brasil, Valerijonas Seivalos Jr. Os assuntos serão voltados para fornecedoras, operadoras, provedores de serviços e empresas usuárias, entre outros.
Para o representante do Comitê Executivo do Congresso da Telexpo, Gilson Rondinelli, o Brasil é um dos cinco países no mundo, nos quais o número de clientes da telefonia móvel mais cresce “O mercado wireless no Brasil tem ainda um enorme potencial de crescimento. Num cenário tecnológico extremamente dinâmico e com alto nível de competição, o desafio das operadoras é inovar e crescer com rentabilidade”, complementa Rondinelli.
Já para o consultor de congressos da Advanstar, Rui Campos, o bom momento é abre um leque de oportunidades para agregar valores aos bens, diversificado as possibilidades em acessórios, software, serviços etc. “Além de ocupar a eventual capacidade ociosa desses setores, o alto crescimento certamente gerará novos empregos, pelo efeito multiplicador das cadeias de suprimentos”, finaliza Campos.
Temas do congresso
Entre os assuntos principais do Congresso ainda estarão o e-learning como ferramenta de educação e comunicação corporativas; o contexto tecnológico brasileiro, contact center e VoIP; Wireless e Internet; segurança e qualidade nos serviços; dimensão da gestão de TI; infra-estrutura e gerenciamento de redes de comunicação; convergência de redes e serviços, além de aplicações e inteligência para a área de TI. Também serão abordadas as funcionalidades das soluções, interoperabilidade, convergência, e regulamentação do setor.