Xgen comemora primeiro semestre

0
18



Os seis primeiros meses do ano foram significativos para o rendimento da Xgen, empresa especializada no desenvolvimento e integração de soluções para contact center, que alcançou 105% de crescimento em relação ao mesmo período do ano passado. Para Marcelo Loiacono, diretor de novos negócios da Xgen, o bom resultado é consequência da mudanças na estratégia comercial da empresa, que desenvolveu e lançou soluções, além das parceriais com fabricantes de soluções para call centers.

 

Uma das ferramentas lançadas recentemente foi o Manual de Operações para centrais de atendimento, plataforma com interface on-line e customizada, que torna as informações dos call centers mais inteligíveis e organizados, melhorando o fluxo da comunicação na relação entre a operação e o contato. A ferramenta entende a forma com que a informação deve estar estruturada e disposta para atender às necessidades específicas de cada operação.

 

A companhia lançou também o WorkCenter, software de atendimento on-line que permite o relacionamento com os clientes via Internet. O sistema auxilia nos processos de venda, atendimento e suporte. “O chat vem se tornando relevante na comunicação entre as empresas pela agilidade e eficiência que proporciona nas relações digitais. Decidimos apostar também nesse setor pela própria demanda do mercado. A entrada nessa área abriu novas oportunidades em alguns clientes como Voxline, Master Health e DaimlerChrysler”, afirma Loiacono.

 

Outros fatores que cooperaram para o bom resultado da empresa foram as parcerias, segundo o diretor. A Genesys, que hoje representa 60% do faturamento da empresa na área de serviços, nomeou a Xgen como canal e passou a contar com a companhia para comercialização dos sistemas. Com estas mudanças, a empresa esperar aumentar o faturamento em 30% já no primeiro semestre de 2010. Outra novidade é que a Xgen passa a ser parceiro da Empirix no Brasil, empresa recém chegada ao mercado brasileiro e especializada em soluções para monitoramento e disponibilidade de call centers.

 

De acordo com Loiacono, a nova regulamentação que envolve os call centers também contribuiu para o bom resultado. “Após o primeiro momento da polêmica que envolvia a lei, o setor, finalmente, começou a perceber que ela chegou para impor novos padrões de qualidade e de competitividade. Este movimento também contribuiu para o crescimento nas vendas de soluções que promovem a adaptação dos call centers ao novo marco regulatório, especialmente no que diz respeito ao tempo de atendimento”, explica.