Conduzindo o visitante pelo site

0
1

No momento em que um consumidor está assistindo a um anúncio na TV, sentado em seu confortável sofá, 100 % da telinha está dedicada ao anúncio, antes que o controle remoto entre em ação, a peça publicitária terá alguns segundos exclusivos para atingir seu público alvo. Em um outdoor, 100 % do espaço está destinado a mensagem publicitária do anunciante, e por aí vai, em outras mídias tradicionais.

Ao visitar um site na internet, o consumidor digital tem uma tela dividida numa infinidade de informações: o institucional da empresa, produtos, banners, links, e isto sem falar nas empresas que decidem inserir uma janela pop up na abertura do site e que leva séculos para carregar. O site deve ser uma peça publicitária que interaja com o visitante e desta forma devemos estar preocupados com a imagem que queremos vender. A criação, o design e a tecnologia são fatores importantes para atingir seu público alvo da forma certa. Preocupados com tudo isso, os marketeiros e tecnólogos de plantão acabam esquecendo de um fator importantíssimo: o planejamento de navegação.

Ao começar pela página principal de um site, que geralmente contém informações que concorrem entre si pelo click do visitante, não podemos desperdiçar todo o espaço e tempo com um simples menu. Podemos definir uma área nobre (lado direito do monitor) onde divulgamos informações de acordo com a necessidade do visitante e as prioridades da empresa. A home é responsável por conduzir a navegação por todo o site. Não esqueça que na internet a infidelidade está a distância de um click. Se a home não cumprir o seu papel você corre o risco de perder o visitante.

Para chegar na informação desejada os visitantes digitais consideram tolerável até 3 clicks, portanto, não os desperdice com menus lindos e animados, mas sim, preocupe-se em conduzir o visitante até a informação de seu interesse. Ao chegar na informação ofereça links para outras páginas, não perca a oportunidade de “vender” sempre, afinal, tempo e espaço na internet são muito preciosos.

É como a experiência de ir a um restaurante, onde o manobrista pega seu carro, o maitrê o conduz até uma mesa (fumante ou não fumante), fornece a carta de vinhos, cardápio e etc. O planejamento deve ter três objetivos básicos: 1º – produzir uma navegação eficiente e adequada aos novatos; 2º – conduzir os visitantes pelo site, oferecendo uma excelente experiência de navegação; e 3º – garantir que os visitantes retornem.

O dinamismo e a atualização das informações também são um elemento essencial para o sucesso de um site, afinal só existe uma coisa mais importante que o primeiro click, todos os outros.

Roberto Guarnieri é diretor de criação da A1.Brasil