Diversão com maior conforto

0
14

Uma casa noturna de sucesso não se constrói apenas com boas músicas, ambiente sofisticado e cardápio diferenciado. Para sobreviver neste mercado rotativo, bares e danceterias têm apostado em inovações tecnológicas que antes eram exclusividade dos restaurantes e lanchonetes de shopping. Soluções tecnológicas customizadas que automatizam os procedimentos e garantem uma gestão rentável são vistos com mais freqüência em estabelecimentos do gênero.
A inovação quase sempre visa ao conforto do cliente. Para evitar filas nos caixas e constantes falhas no fechamento das contas – um transtorno na saída dos clientes -, as empresas têm adotado modalidades de controle que aprimoram o padrão de atendimento. Comandas eletrônicas e cartões de consumo são alternativas bastante utilizadas e recebem elogios tanto de proprietários quanto dos consumidores.
A comanda eletrônica é indicada para estabelecimentos com bar ou restaurante anexo. Utilizando um Pocket PC ou similar com tecnologia wireless, o garçom envia o pedido diretamente da mesa para a cozinha e o caixa. Isso permite agilidade no preparo e reduz tempo de espera e número de funcionários focados em determinada tarefa. “Não se trata apenas de cortar gastos operacionais, mas também de aprimorar o atendimento e aumentar o fluxo de clientes na casa”, explica Márcio Blak, consultor em automação comercial no setor de entretenimento.
Por sua vez, os cartões de consumo são a ferramenta preferida das danceterias. Um software de automação e gestão é responsável por interligar todos os setores. Utilizando um leitor de código de barras para identificar o número do cartão, o barman ou atendente registra o pedido no sistema, que atualizando o valor a ser cobrado na saída. O benefício imediato diz respeito à redução no tamanho das filas, ao fim dos erros tão comuns no fechamento das contas e ao maior fluxo de clientes.