E-commerce registra deflação de 2,16%

0
1



Neste mês de agosto, o preço dos produtos vendidos via Internet sofreu deflação de 2,16%, segundo o índice e-flation, indicador desenvolvido pelo Provar (Programa de Administração do Varejo), da FIA – Fundação Instituto de Administração, em parceria com a consultoria Canal Varejo. Neste período em particular, destaca-se também os efeitos da cotação do dólar americano (com desvalorização de 9,71 nos últimos 12 meses) e a expansão do crédito, associado à queda da taxa básica de juros e ao alongamento dos prazos, que podem ter influenciado o valor do índice para determinados segmentos.


De acordo com o levantamento, entre as categorias que registraram deflação estão “CDs e DVDs” (1,40%), “Brinquedos” (3,03%), “Eletroeletrônicos (1,94%) e “Perfumaria (5,08%). Por outro lado, observou-se inflação para as categorias “Livros” (1,82%), “Viagem e Turismo” (0,24%). Já cesta composta apenas por “Automóveis” permaneceu com o mesmo índice acumulado para 2007 do mês anterior, ou seja, com inflação de 2,65% para o período de janeiro à agosto.


Segundo o professor Claudio Felisoni de Angelo, coordenador geral do Provar/FIA, com a atualização da metodologia e análise dos dados, que marca a nova medida do índice e-Flation em 2007, o índice acumulado no ano contabiliza 1,10% de deflação.