Futuro preocupa consumidor

0
3



O Índice Nacional de Confiança ACSP/Ipsos apresentou ligeira queda no último mês, passando de 166 pontos em maio para 157 pontos em junho de 2012. “A população ainda está otimista, mas começa a perceber o impacto da crise no Brasil e a temer o reflexo disso na sua situação financeira futura”, diz Rogério Amato, presidente da Associação Comercial de São Paulo, ACSP, e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo, Facesp.

 

Assim, para 51% dos entrevistados a situação financeira atual é considerada boa, ante o mesmo percentual em maio deste ano, 48% em junho de 2011 e 49% em 2010. Já a situação financeira futura deve melhorar para 55% dos entrevistados, enquanto em maio eram 59%. Em junho de 2011 54% acreditavam que ia melhorar e em 2010 eram 57%. O recuo da confiança em junho parece estar associado a essa avaliação da situação futura pelos entrevistados, que vem caindo desde fevereiro de 2012, quando 64% apostavam numa melhora da situação.

 

As regiões Norte/Centro-Oeste continuam sendo as mais otimistas, ainda que registrando uma ligeira queda: de 198 pontos em maio para 193 em junho. A seguir vem a região Sul com 180 pontos em junho, contra 186 em maio de 2012. Depois está a região Sudeste, com 170 pontos em junho, contra 178 pontos em maio. E, finalmente, a Nordeste, com 120 pontos em junho, contra 128 pontos em maio.

 

Entre as classes sociais, a C voltou a liderar a confiança, com 161 pontos em junho, contra 169 pontos em maio. As classes A/B registraram 157 pontos em junho, contra 170 pontos de maio, provavelmente por estar melhor informada do cenário econômico internacional. As classes D/E têm 127 pontos em junho, com ligeira queda na comparação com maio, quando registravam 130 pontos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPor dentro das leis trabalhistas
Próximo artigoAliado para as vendas