Grupo Guanabara lança programa de fidelização

Plataforma de benefícios Viva conta com uma extensa rede de parceiros em nível nacional

0
18
Raphael Mello, CEO da LTM
Raphael Mello, CEO da LTM

O Grupo Guanabara, que reúne empresas de transporte de passageiros, e a Vertem, holding focada no desenvolvimento de ecossistemas de negócios, desenvolveram o programa de fidelidade “Viva”. Já disponível em todo o país, trata-se de uma plataforma completa de benefícios que podem ser aproveitados pelos clientes que se utilizarem dos serviços das companhias da rede de parceiros.

O programa foi desenvolvido por meio do trabalho conjunto entre a LTM, uma das empresas da Vertem e outras seis companhias do segmento rodoviário que fazem parte do grupo Guanabara: Guanabara, Real Expresso, Rápido Federal, Útil, Sampaio e Brisa. Na aliança, a LTM é a responsável por gerir o programa por meio de sua expertise em loyalty, adotando as mais variadas estratégias e ferramentas para atingir o objetivo de fidelizar os clientes do Grupo Guanabara e rentabilizar o novo negócio. 

Para o lançamento do Viva, a Vertem realizou uma ampla consultoria, na qual foi estudado a fundo o setor e as iniciativas similares já existentes, de forma a conceber algo realmente novo e atrativo para os usuários. Foi, então, desenvolvido um plano de negócios que apontou para uma viabilidade econômico-financeira do projeto. Com isso, o Grupo Guanabara tomou a decisão de realizar o investimento. 

De acordo com  Raphael Mello, CEO da LTM, um dos principais benefícios do novo programa é a fidelização de novos clientes na plataforma por meio da implementação de um vasto ecossistema de negócios. “O programa funciona por meio do resgate de pontos conquistados na compra de viagens, que podem ser aplicados em passagens e produtos ou serviços no marketplace disponibilizado por uma rede de parceiros do grupo com mais de 200 mil opções de itens, como eletrodomésticos, eletrônicos, cosméticos, artigos esportivos, entre outros”. 

Na estratégia, explicou Mello, “essa nova percepção de valor agregada ao participante por meio do ecossistema foi um diferencial considerável. A partir do desenho deste novo projeto, ele consegue, em um lugar só, trocar os pontos acumulados por passagens rodoviárias ou outros produtos, bem como comprar itens de um mix de varejistas associados, garantindo o ganho de cashback em pontos para ser usado livremente, por meio do shopping Viva”. Além disso, também há a possibilidade de transferir benefícios de outros programas para o Viva, por meio de um processo de coalizão. 

A Vertem montou ainda uma estrutura, formada por recursos alocados e compartilhados, e faz a gestão completa do programa, sempre apresentando e aprovando todas as estratégias junto ao Grupo Guanabara. Os recursos vão desde pessoas de negócios, BI, desenvolvimento (TI) e comunicação, até licenças de sistemas e subcontratações de empresas, como central de atendimento.

Para o Grupo Guanabara, os benefícios do projeto são avaliados em duas frentes. A primeira, sob o ponto de vista da fidelização, considerando que seus clientes terão vantagens ao escolher o Viva. A outra, é sob a ótica de investidora, já que o modelo de negócio se mostra altamente promissor, considerando-se todas as possíveis fontes de receita previstas. 

“A ideia é que os clientes do grupo tenham uma percepção maior de valor em relação aos serviços prestados. Assim, a compra de passagens por meio do programa de fidelidade Viva integra o passageiro a um marketplace de benefícios, no qual ele pode desfrutar de novas passagens e outros produtos à medida em que se engaja no ecossistema do Grupo Guanabara”, concluiu o CEO.