O canal para quem respira cliente.

Perfluence chega ao Brasil

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Gustavo Gimenes, country manager da Perfluence no Brasil

A Perfluence, plataforma russa de performance de marketing de influência focada em nano e micro-influenciadores, anunciou sua chegada ao Brasil. A meta destacada é solucionar uma das principais dores de agências e profissionais de marketing que é a mensuração do retorno sobre o investimento em influência digital.

De acordo com Gustavo Gimenes, country manager da Perfluence no país, a agência utiliza inteligência artificial e robusta base de dados para metrificar as campanhas de marketing de influência, sejam CPP, CPI, CPC e CPA ( custo por aquisição), “que proporciona resultados concretos por meio do número de vendas, leads, conversões e downloads. O serviço permite que as marcas acompanhem toda a jornada da campanha na plataforma, desde o briefing à definição da estratégia, seleção de influenciadores, negociações, monitoramento dos resultados, relatórios e gestão de pagamentos por resultados”.

Criada em 2019, na Rússia, a Perfluence já está presente em três continentes e conta com campanhas ativas na Europa, América Latina, América Central e Ásia. Desde o início de suas operações, assegura já haver gerado US$9,5 milhões de retorno para marcas e US$1,5 milhões em remuneração de influenciadores. Agora, aposta na alta conexão do brasileiro com as redes sociai. “Segundo o relatório We Are Social e HootSuite, o Brasil figura na terceira posição no ranking de países que mais passam tempo nas redes sociais, além de ocupar a segunda colocação nos que mais seguem influenciadores. Para transformar o país em uma das mais importantes operações da companhia, faremos o investimento inicial de U$S 300 mil dólares”, detalhou o executivo.

Segundo ele, as empresas ainda buscam métricas eficientes que demonstrem os resultados concretos das campanhas, como volume de vendas, número de leads, entre outros. “Nosso objetivo é conectar grandes marcas com influenciadores nichados, gerando resultados positivos para todos e possibilitando que as empresas paguem apenas pelos resultados. Ao mesmo tempo, o influenciador também é remunerado de acordo com o seu desempenho”.

Com a crescente tendência de nano (com até 5 mil seguidores),  micro (aqueles com 5 mil a 100 mil seguidores) e influenciadores intermediários (100 mil a 500 mil seguidores), a Perfluence traça estratégias focadas nesses perfis em razão do alto grau de influência e engajamento gerado por influenciadores de nicho. Para essa conexão, trabalha com scouts (gestores de influenciadores), que têm a função de analisar e recrutar perfis aderentes à plataforma, montar squads (times de influenciadores) para campanhas, além de acompanhar o desempenho das ações ativadas.

O formato possibilita, ainda, que qualquer pessoa com familiaridade em marketing de influência se torne um scout e tenha uma renda extra. Na Rússia, a média de remuneração desses gestores varia de U$ 250 a U$ 400 para iniciantes e de U$ 700 a U$ 800 para os mais experientes. A expectativa, segundo Gimenes, é que em um ano de operação sejam geradas 100 oportunidades de scouts para os brasileiros. Assim como os influenciadores, eles são remunerados de acordo com os resultados da campanha. Para ser um scout, basta se cadastrar na plataforma. Os influenciadores que desejam fazer parte da Perfluence também podem se inscrever. A Perfluence já possui mais de 230 mil influenciadores registrados, sendo mais de 3 mil no Brasil, que já participaram de campanhas  para empresas como Aliexpress, iHerb, entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima