O canal para quem respira cliente.

Treinamento lúdico

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Disposta a treinar os mais de 9500 jovens que compõem a sua equipe comercial no país inteiro, a Tim decidiu ir além dos métodos convencionais. Implantou um sistema de treinamento que utiliza o desenho animado do filme Matrix para incentivar seus jovens vendedores a se familiarizarem com o sistema dos pontos de venda.
O método deu tão certo que a empresa já contabiliza os resultados. “O índice de absorção dos conteúdos superou todas as expectativas, o que garante a eficiência do treinamento e o sucesso do programa de ampliação da nossa base de assinantes”, comemora Andréa Krug, gerente de Treinamento e Desenvolvimento da Tim. O desenho animado, segundo a executiva, atendeu, com a máxima criatividade, o desafio de tornar atraente para um time de vendedores – a maioria deles universitários vivendo a experiência do primeiro emprego – um programa de treinamento que tinha tudo para ser tradicional.
Mais do que convencer a pessoa a adquirir a linha e o aparelho, a grande dificuldade do vendedor era dominar o processo de inserção dos dados do cliente e registro do plano escolhido no sistema utilizado nas lojas e quiosques da empresa. É que, na operação, ele precisa usar o DFS (Dealer Front-end System), software que roda nos pontos de venda da Tim, onde precisa preencher as fichas estampadas na tela do terminal com todas as informações do cliente. O segundo passo é encaminhar essas informações à central de cadastramento da empresa. Tudo isso, à primeira vista, parece simples. Mas o fato é que, sem familiaridade com o sistema, os vendedores cometiam muitos erros, expondo a operadora ao risco de perder oportunidades de negócio – por conta de fichas incompletas, e, ainda, por desistência do cliente, não raro, sem paciência para esperar que se refizesse a operação de cadastro.
Treinamento sem fronteiras – A saída óbvia – ensinar as equipes a usar o sistema -, segundo Andréa Krug, esbarrava, primeiro, em um método muito convencional e nada estimulante, tendo em vista o perfil dos treinados, na faixa etária de 19 a 22 anos. E ainda pela falta de um mecanismo que permitisse à operadora alcançar os agentes em todos os cantos do país em um curtíssimo espaço de tempo.
Atrás de um modelo de treinamento criativo, ágil, eficaz e de baixo custo, a TIM resolveu consultar a EduWeb, que optou pela concepção de um desenho animado de poder didático, inspirado em The Matrix. “A peça leva o vendedor a mergulhar no sistema, transformando o processo de aprendizagem numa experiência lúdica, prazerosa e produtiva. O resultado foi excelente. Tivemos um feedback bastante positivo com o retorno que recebemos da área de vendas”, resume Andréa Krug.
No desenho, inteiramente desenvolvido em linguagem Cartoon e programado em flashes, antes de começar a preencher a ficha do cliente, o vendedor, grande herói da cena, veste uma capa, põe um par de óculos e, a exemplo do que acontece com Thomas Anderson, personagem do filme The Matrix, é sugado pela tela do computador, mergulhando no mundo da ficção. Lá, numa viagem fantástica, absorve todos os conhecimentos de que precisa para dominar o processo de cadastramento. Já devidamente treinado, ele volta à realidade, pronto para desempenhar as funções que lhe cabem, com domínio total da ferramenta de trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima