Sitel aposta em ampliar em 100% o faturamento

0
0

Quanto a tendência do crescimento da terceirização dos serviços de atendimento ao cliente, o diretor verifica um grande volume de centrais de atendimento internalizadas que estão avaliando terceirizar, bem como uma mudança natural das empresas já terceirizadas buscando empresas que ofereçam condições diferenciadas de processos, recursos humanos e tecnologia, com o fim de agregar valor, reduzir custos e aumentar a produtividade.


“Apesar das incertezas políticas e econômicas durante este ano, a Sitel teve excelente performance em 2002, mais que dobrando o número de clientes, ampliando instalações e iniciando uma fase de forte crescimento no Brasil, que já projeta um incremento do faturamento para 2003 da ordem de 100% em relação a 2002 e o mais importante, gerando uma gama de novas oportunidades de crescimento para funcionários internos e de novos empregos para o segmento”, avalia Windt.


A visão do executivo é que neste mercado exista espaço para empresas que possam agregar valor as operações de seus clientes, com foco em operações customizadas, com alta qualidade e redução de custos com aumento da produtividade. “Este o caminho que estamos trilhando com grande sucesso.”