Um novo salto, em grandeza

0
0



O mercado brasileiro de call center está passando por uma grande mudança. O setor presencia o nascimento de uma gigante com a fusão entre a Contax e a Dedic GPTI, como parte do acordo firmado entre a Oi e a Portugal Telecom. A nova empresa vira a segunda maior empregadora privada do país. São mais de 100 mil funcionários e quase 45 mil posições de atendimento, de acordo com o Ranking Callcenter.inf.br. Porém, esse número pode mudar pelo fato de um dos principais clientes da Dedic GPTI ser a Vivo, operadora controlada pela Telefônica, concorrente direta de PT e Oi. A empresa passa a ter também 54 unidades em 9 Estados e Distrito Federal. “Com essa operação, a Contax amplia sua capacidade de atender ainda melhor os clientes e se consolida como principal player em seu segmento. O aproveitamento das sinergias existentes entre a Contax e a Dedic GPTI beneficiam os clientes e os acionistas”, afirma Michel Sarkis, presidente da Contax. “Esse é um passo importante na execução da estratégia da Contax que é crescer com solidez e contribuir cada vez mais para o sucesso dos nossos clientes”, completa.

Para realizar a integração entre as duas empresas, a Contax vai incorporar as ações de Dedic GPTI entregando ações da Contax à Portugal Telecom, com base em uma relação de troca proposta de 0,0362 Contax ON para cada ação da Dedic e de 0,0363 Contax PN para cada ação da Dedic. Essa relação leva em consideração um Equity Value de R$ 2.324 milhões da Contax e R$ 192 milhões da Dedic GPTI, sendo que esta última representa 8,3% do capital da Contax.

Apesar da incorporação de ações Dedic não envolver controlador e controlada, em observância às práticas de mercado, os administradores das companhias e da Dedic atenderão ao Parecer de Orientação CVM nº 35/08, razão pela qual a relação de troca das ações, base para a negociação, é submetida a um comitê integrado por três membros independentes. Esse Comitê Especial fará uma recomendação a ser submetida à Assembleia de Acionistas da empresa. O prazo de conclusão dessa operação está condicionado ao período necessário à análise do Comitê Especial, devendo ser a incorporação de ações concluída ainda dentro do primeiro quadrimestre de 2011.

Adicionalmente à integração da Contax e Dedic GPTI, a Portugal Telecom vai adquirir participação na CTX Participações, holding que detém o controle da Contax. A entrada da Portugal Telecom é parte de uma reestruturação societária na CTX, que se da com a aquisição pela AG Telecom (R$ 100 milhões), LF Tel (R$ 100 milhões) e Portugal Telecom (R$ 116 milhões) de 44,2% das ações da CTX atualmente detidas por BNDES, Previ, Funcef e Petros, que deixarão de integrar o quadro societário da holding. A Portugal Telecom, na seqüência, vai subscrever um aumento de capital na CTX, usando parte de suas ações da Contax, recebidas pela venda da Dedic GPTI, aumentando a participação direta para 19,9%.

UNIÃO DE GRANDES

Nascida a partir da idéia de um grupo de investidores de que havia espaço no mercado de contact center no Brasil, a Contax começou as atividades no início de 2001. A empresa não só conquistou seu espaço como se transformou em uma das líderes do setor. Hoje a empresa possui 78.200 funcionários, quase 35 mil PAs e faturou R$ 2,1 bilhões em 2009, segundo o Ranking Callcenter. Tendo iniciado seus trabalhos com o serviço 102 na Bahia, para a Telemar (hoje Oi), logo se firmou no mercado. Quando a Telemar adquiriu a companhia, a Contax passou a fazer todo o teleatendimento das 16 unidades da operadora de telefonia. Após um ano, a Contax foi além, conquistando novos clientes e ampliando a atividade além da oferta básica. A Contax também foi a primeira empresa do setor a abrir capital na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), em 2005. Além disso, nos últimos anos a empresa vem investindo na ampliação das áreas de negócio, como a criação da Todo!, empresa focada em BPO, e a compra da Ability, da área de trade marketing.

Já a Dedic GPTI foi criada em dezembro de 2002, resultado da absorção dos negócios de contact center da Mobitel. Pioneira a operar no mercado de paging brasileiro, a Mobitel representou o primeiro investimento do Grupo Portugal Telecom no Brasil. Já em 1999, apoiada no conhecimento do setor de telecomunicações e atendimento a clientes, a empresa inicia as atividades no segmento de contact center. Após três anos de atuação nas atividades de terceirização de atendimento, tornou-se caso de sucesso, o que levou o segmento de contact center a responder por 91% do faturamento, em 2002. Baseados nestes índices e na visão de um mercado promissor, nasce a Dedic. Hoje a empresa é a quarta maior do setor tanto em número de funcionários, são 22 mil, como de PAs, com 9.900, de acordo com o Ranking Callcenter. Nessa evolução, um processo importante foi a compra da GPTI, empresa do setor de serviços na área de tecnologia da informação, em 2010.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorServiço com valor agregado
Próximo artigoUma nova fase de crescimento