EDP tem novo CEO no Brasil

João Marques da Cruz assume o comando e Conselho de Administração passa a ter Miguel Setas na presidência

0
37
João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil
João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil

A EDP Brasil confirmou o nome de João Marques da Cruz como novo CEO em reunião do Conselho de Administração. O executivo acumula nove anos de trajetória como membro do Conselho de Administração Executivo da EDP global, com atuação nos segmentos de Distribuição, Transmissão, Comercialização, Energias Renováveis e Mercado Livre, experiência que foi decisiva para a indicação de seu nome para comandar a operação no Brasil. Marques da Cruz assume a companhia após a nomeação de Miguel Setas como responsável pela plataforma mundial de redes de Transmissão e Distribuição do Grupo EDP, depois de sete anos como CEO da EDP no Brasil.

Além disso, a Assembleia de Acionistas realizada no mesmo dia definiu a nova composição do Conselho de Administração da EDP no Brasil, que terá Setas na presidência. Ao lado dele, Rui Teixeira, Vera Pinto Pereira e Ana Paula Garrido integrarão essa instância administrativa. Desta forma, o Conselho da EDP Brasil, que já contava com a participação de Juliana Rozenbaum, terá 33% de representação feminina, o triplo da média nacional, em alinhamento com seu compromisso de ser uma empresa cada vez mais inclusiva. Também foi aprovada a criação de uma vice-presidência executiva de ESG, que será ocupada por Fernanda Pires, atual codiretora de Pessoas, Digital e Sociedade.

João Marques da Cruz ingressou no grupo EDP em 2007, como membro do Conselho de Administração da EDP Internacional, empresa de consultoria e gestão de projetos de energia onde também atuou como presidente. Além disso, foi membro do conselho de Administração da EDP Renováveis. O executivo ocupa assento no Conselho de Administração da EDP Brasil desde 2015. Como CEO, terá como missão fazer um mandato de continuidade da gestão de Miguel Setas, mas com especial atenção aos investimentos relacionados à transição energética. A Companhia também deve seguir apostando no crescimento das frentes de Distribuição, Transmissão e Soluções em Energia, nomeadamente energia solar, consideradas prioritárias no plano de negócios.

Embora não tenha trabalhado diretamente em território nacional, Marques da Cruz tem uma relação antiga com o Brasil, tendo participado de diversas missões no País em função de seu trabalho, antes da EDP, como diretor geral da TAP, presidente da Comissão Executiva da Air Luxor e presidente do ICEP – Instituto do Comércio Externo de Portugal. “É uma honra e uma grande responsabilidade assumir a presidência da EDP no Brasil, uma geografia prioritária na estratégia do grupo EDP. Temos um grande potencial a explorar, principalmente na frente da geração solar distribuída. Espero agregar conhecimentos para seguirmos alcançando resultados exitosos e cumprindo com o propósito de ser uma empresa líder na transição energética no País”, afirma o CEO da EDP no Brasil.