Como os varejistas podem melhorar os KPIs dos seus programas de fidelidade

Resultado de imagem para loyalty programs

O acompanhamento dos indicadores chave de desempenho, KPIs, é fundamental, na medida em que fornece uma justificativa quantificável para o investimento nos programas de fidelização e ajuda os varejistas a entender melhor seus clientes, identificar oportunidades para melhorar as táticas e impulsionar as vendas. Aqui estão três maneiras pelas quais os varejistas podem aumentar o valor de seu processo de rastreamento dos KPIs: 1. Amplie o campo de visão — para tirar o melhor proveito do seu programa de fidelidade, é importante entender como cada métrica de fidelidade se relaciona entre si e como essas conexões afetam o programa como um todo; 2. Defina bem suas metas — o segredo aqui é compreender bem os fatores internos que afetam sua estratégia de fidelidade podem influenciar os KPIs, assim como a forma de rastreá-los; 3. Considere fatores externos — o cenário competitivo de uma indústria ou mudanças nas expectativas e comportamentos dos consumidores podem ter um impacto significativo no desempenho do programa de fidelidade. Fonte: Colloquy
 
Estudo: 79% dos websites usam tecnologia de monitoramento de dados e comportamento
Google e Facebook são as duas principais ferramentas de rastreio de dados, com presença em 60,2% e 27,1%, respectivamente, dos sites, de acordo com um novo estudo da Ghostery. No geral, ferramentas que coletam dados sobre o comportamento online dos usuários da internet estão presentes em pelo menos 79% dos websites. O estudo também descobriu que, em termos de tráfego na web, 15% de todas as páginas carregadas na internet são monitoradas por 10 ou mais rastreadores. Jeremy Tillman, diretor de gerenciamento de produtos da Ghostery, disse que a descoberta mais surpreendente é a extensão do alcance que o Google e o Facebook têm na Internet, mesmo quando não se usam seus produtos. “Mesmo que você nunca visite um domínio do Google ou um domínio do Facebook, o alcance dos dois somados é quase total”, disse ele. “Não há nenhum lugar para se esconder das duas empresas se você estiver tentando proteger sua privacidade”. Essas empresas têm acesso aos seus dados quando se interaje com marcas que anunciam através de qualquer uma de suas redes, como a DoubleClick. Tillman disse que a chave é a onipresença de ferramentas como o Google Analytics e o DoubleClick. Se um amigo tem um blog e eles usam o Google Analytics, o Google agora tem acesso aos dados dessas interações. Fonte: SearchMarketingDaily