Dez dicas para gerenciar equipes criativas



(Este post foi publicado no www.lafora.com.br, blog de leitura imperdível)


 

A Adaptive Path é uma consultoria especializada em estratégia e planejamento. Eles pesquisaram diversas empresas reconhecidamente criativas e compilaram 10 dicas para se gerenciar um ambiente de criatividade:

1 – Treinamentos cruzados para todo o time


As pessoas devem ter foco e especialidades, mas o conhecimento básico em outras disciplinas ajudará a todos a respeitarem as decisões a serem tomadas;


2 – Alterne a liderança criativa


Mantenha um frescor dinâmico na equipe mudando a hierarquia a cada projeto;


3 – Não perca o rumo e a velocidade


Mentes abertas e brainstomings são importantes, mas podem retardar o andamento do projeto. Documente as novas idéias mas não as introduza imediatamente no projeto se elas atrapalharem o momento e o foco;


4 – Conheça o seu papel


Tenha certeza de que cada membro da equipe sabe o seu papel dentro do esquema geral, e estimule cada um a se comprometer com os prazos;


5 – Prática, prática, prática


Uma vez que você tenha encontrado um processo que funcione, use-o sempre. Isto será útil em situações de strees e deadlines curtos. Testes novos processos em situações de P&D, mas só os coloque em linha quando eles forem quase uma segunda natureza;


6 – Explicíte a missão


Tenha certeza de que toda a equipe conhece e entende os objetivos do projeto;


7 – Descarte seus insight prediletos


Quando selecionar as idéias e conceitos para um projeto, avalie-os por critérios estritamente objetivos. Não importa o quanto o seu feeling diga o contrário, se a idéia não tem uma justificativa forte, guarde-a para outro projeto ou outra fase;


8 – Liderar é servir


Represente sua equipe. Ouça antes de falar;


9 – Tente distribuir os projetos de acordo com o interesse da equipe


Difícil de fazer o tempo todo, mas se o membros do projetos tem um interesse particular nele, as chance de sucesso são maiores;


10 – Lembre-se do usuário final


Sempre se pergunte se você esta fazendo algo para sua equipe, para o cliente ou se realmente o usuário final precisa disso;


Eram para ser só 10, mas este último também é importante.


11 – Aceite os erros


Eles são inevitáveis no processo criativo. Aprenda e siga adiante.