Batendo na porta das empresas para vender a solução

0
3

Quantas vezes não ouvimos falar sobre jovens rapazes que pegam soluções desenvolvidas em casa e vão de porta em porta nas empresas oferecer suas criações. Isso tornou-se comum com o advento da Internet, mas no mercado de atendimento a clientes é bem peculiar.

E foi isso o que aconteceu com Alexandre Bernardoni e Gustavo Zaiantchick, ambos de 23 anos. Eles criaram um serviço de atendimento ao cliente que permite a troca de mensagens on-line, aos modos do conhecido programa ICQ. A primeira versão do Direct Talk foi oferecida à incubadora de empresas ponto.com, e-Plataform, e junto com ela, uma estratégia de negócios convincente, fazendo com que a comercialização fosse garantida.

A e-Plataform comprou então 25% do negócio e estipulou uma meta financeira. A proposta era atingir 800 mil reais até o final deste ano, objetivo alcançado em apenas cinco meses. Entre os 30 clientes que utilizam a solução Direct Talk estão a Brasoft, distribuidora de programas e jogos para computador e o Banco1.net, a operação Web do Unibanco.