Desenvolvimento de competências

0
32


Atingir metas e resultados dentro de uma corporação, onde a competitividade é cada dia maior, tem levado empresários e executivos a buscar novas ferramentas de apoio que os mantenham atualizados aos negócios e ao mesmo tempo focados em cumprir metas e atingir os resultados. Um desses recursos que começam a ganhar espaço no Brasil é a figura do Coach, profissional com formação específica capacitado para ajudar pessoas a traçar objetivos e focar forças para que eles sejam atingidos, sem sair da rota estabelecida. Este profissional, ou treinador (tradução literal do inglês Coach), no entanto, tem um papel mais abrangente que simplesmente orientar executivos empregados: ele podem mudar o rumo profissional das pessoas e despertar qualidades até então desconhecidas pelo profissional.

“A procura pelo Coaching aumenta em grande velocidade. E não apenas pelos executivos empregados, mas também por profissionais em busca de novos desafios na vida profissional”, conta o personal coach Jackson Seraos, diretor da Joinder & Job, de Campinas, que desenvolve programas voltados para a Coaching e Aconselhamento.

Coaching é um processo de desenvolvimento de competências. Competência é a capacidade de agir, de realizar ações em direção a um objetivo, metas e desejos. É um processo de investigação e reflexão. Descoberta pessoal de pontos fortes a se desenvolver. Aumento da consciência de si. Aumento da capacidade de responsabilizar-se pela própria vida com estrutura e foco. O processo oferece feedback realista e apoio.

Coach é o profissional especializado no processo de desenvolvimento. É o Coach que assessora o cliente no processo, levando-o a refletir, chegar a conclusões, definir ações e, principalmente, agir em direção a seus objetivos, metas e desejos. Curiosamente, Coach significa também veículo utilizado para transporte de pessoas de um lugar a outro. De certo modo, o Coach transporta o cliente para seus objetivos. O processo de Coaching surgiu devido ao histórico das organizações empresariais. Esta ferramenta começou nos Estados Unidos, em 1974, pelas mãos do treinador de tênis Timothy Gallwey.

Segundo Paulo Barros, também personal coach do Grupo J&J, o Coach desenvolve todos os aspectos da competência para que o líder possa executar bem sua tarefa e preferencialmente atinja a sua melhor performance. Ele lembra que hoje existem alguns tipos de Coaching, dentre eles, o Coaching Executivo, atualmente muito utilizado para desenvolvimento de competências de liderança, que foca as habilidades para produzir resultados e a modificação de comportamentos que reduzam sua efetividade. Pode ser direcionado para Coaching de habilidades, performance, desenvolvimento ou negócios.

Outro tipo é o Coaching de Vida, que lida com o lado pessoal do cliente em todas as suas dimensões – profissional, de saúde e relacionamento. Nesse caso, o processo pode abordar temas como: ser mais decisivo, melhorar a administração do tempo, valorizar diversidade, desenvolver potenciais, resolver conflitos, aumentar autoconfiança e comunicar-se com mais eficiência, entre outros.

“O Coaching ajuda o profissional a traçar e buscar seu objetivo, orientando para que ele siga uma trajetória traçada e sem deixar que o foco se desvie. Em muitos casos, ajudamos o cliente a buscar um novo rumo profissional, despertando nele qualidades muitas vezes desconhecidas, além de ajudá-lo a trabalhar seu marketing pessoal e de relacionamento”, conta Barros. Vale salientar que todo Coaching é de desenvolvimento, não de respostas.