Telecon inaugura laboratório de teletreinamento

0
8

A Telecon, empresa de treinamento para telecomunicações e redes de voz e dados, inaugura laboratório de telecomunicações para treinamento a distância. A nova estrutura mantém tecnologia para a simulação, em escala real, de redes de comunicação baseadas na convergência da Internet com a telefonia, os sistemas de fibra óptica, transmissão por cabo e redes wireless.

Resultado do investimento de R$ 2,5 milhões, o Lab, como foi batizado, realiza o teletreinamento assistido – que explora os recursos da Internet para acesso remoto ao laboratório, sem abrir mão da presença de um instrutor “in-loco”. De acordo com Flávio Murollo, diretor da Telecon, a novidade do modelo está em permitir treinamentos por acesso remoto aos recursos tecnológicos do Lab.

Além de reduzir os custos de treinamento regional em até 50%, o Lab oferece treinamentos práticos em tecnologias de redes locais ou remotas; sistemas de segurança contra o cyber terrorismo, gerenciamento de redes, transmissão de Voz sobre Internet (VoIP), entre outras. Composto por switches, roteadores e firewalls de última geração, o Lab pode ser acessado via Internet ou dial-up (acesso discado), 24h por dia. “Ao contrário dos laboratórios disponíveis em algumas empresas fora do Brasil, que apenas simulam roteadores, o Lab trará como principal benefício aos alunos, a proximidade com situações reais como visão de toda a rede”, explica Murollo.

“Com o objetivo de auxiliar os profissionais nos desafios identificados nos cursos Cisco, os alunos não só vão exercitar e estudar várias tecnologias como terão a possibilidade de fazer um auto-estudo com acompanhamento profissional”, acrescenta. Isto é possível graças à estrutura de rede disponibilizada, que simula ambientes de grandes redes com tecnologias LAN Switches; Protocolos de Roteamento (OSPF, BGP, RIP, IGRP, EIGRP); IPX/APPLE TALK; WAN (ATM, ISDN, FRAME RELAY); Voz; VLAN; DLSW+ e Access-list.

O executivo salienta que antes era preciso montar e desmontar os laboratórios para cada curso, o que exigia dois dias de trabalho e tornava indisponível os equipamentos durante o período de treinamento. Agora, haverá otimização na utilização dos equipamentos e a realização de cursos será possível apenas com a presença do professor. “Com esse novo recurso, vamos aumentar em 50% nossa capacidade de oferecer treinamentos. Além disso, graças à possibilidade de reproduzir ambientes que simulam a realidade, o Lab vai permitir que empresas testem novas tecnologias ou novos releases de hardware e software, sem comprometer sua rede de produção, afirma o diretor.

A iniciativa integra a estratégia da empresa, iniciada em março deste ano, para aumentar a oferta de cursos fora da Telecon e democratizar este tipo de especialização. De acordo com Murollo, o mercado tem profissionais no Brasil inteiro, que eram obrigados a se deslocar até São Paulo, além disso, os horários oferecidos eram limitadores.