99 lança carteira digital

Novidade tem como objetivo trazer incentivos financeiros e conveniência para os clientes

0
10
Maurício Filho
Maurício Filho

A 99 anuncia o lançamento da 99Pay, carteira digital que traz novos benefícios para os usuários do app, com vantagens financeiras como descontos em corridas e pedidos de delivery. As primeiras cidades a receberem a novidade são Curitiba e São José dos Campos, onde também está presente a 99 Food, e Campinas e Uberlândia.

Com a carteira digital, é possível pagar boletos de contas de consumo (água, luz, gás etc.), e fazer recarga de celular pré-pago. Também busca incentivar a inclusão na economia digital de boa parte dos mais de 20 milhões de usuários ativos da empresa de mobilidade urbana, que agora contam com mais uma forma de pagamento sem contato físico. Atualmente, cerca de 70% de todas as viagens da 99 no Brasil são pagas com dinheiro vivo. Além disso, é uma nova opção para a população desbancarizada, formada por 45 milhões de brasileiros, que movimenta, anualmente, mais de R$ 800 bilhões e é pouco conectada e digitalizada.

“Trabalhamos para priorizar o lançamento da 99Pay diante do cenário preocupante que enfrentamos por conta da pandemia. Nossa carteira é uma solução segura não só para diminuir a circulação de dinheiro entre os nossos 20 milhões de usuários, mas também como fonte de benefícios por meio de um ecossistema positivo de incentivos. Somos uma opção segura e conveniente para quem não tem acesso a bancos ou possui uma conta com restrições”, explica Maurício Filho, diretor da 99Pay.

Para utilizar, basta depositar dinheiro por meio de cartão de crédito e débito, e também transferência bancária. O passageiro que não possui uma conta em banco poderá carregar a carteira por pagamento de boleto. Não há cobrança de taxas de serviços. Já os motoristas parceiros podem receber os pagamentos pela 99Pay, caso já não possuam um Cartão 99. “Quem adotar a 99Pay na sua rotina encontrará uma experiência transparente e tão confiável e segura quanto às transações bancárias tradicionais”, complementa Maurício.