A aposta da Netpoints

0
0



Após ultrapassar a marca de dois milhões de associados, a Netpoints investirá, até 2015, R$ 100 milhões no plano de expansão da marca. A empresa buscou o montante com investidores, baseado na relação de spread com pontos comercializados com o varejo, diferentemente do modelo praticado atualmente no mercado de fidelização, que obtém lucro principalmente com os pontos expirados dos consumidores.


O investimento será realizado conjuntamente pelo Grupo Bozano – investidor majoritário, um fundo de family office do Rio de Janeiro, além de um grupo de executivos oriundos dos mercados financeiro e de serviços, este liderado pelo presidente da Netpoints, Carlos Formigari. Com o montante, o programa distribuirá pontos em lojas físicas de mais 15 regiões estratégicas do País – atualmente, a Netpoints está presente em mais de 40 municípios da Grande São Paulo e do interior. Além disso, os recursos para a expansão também serão inseridos na ampliação do número de acordos com lojas virtuais, e-commerces, de diversos segmentos, hoje responsáveis por cobrir o restante do território nacional no programa.


De acordo com o presidente do Grupo Bozano e do Conselho de Administração da Netpoints, Sérgio Eraldo Salles Pinto,  a decisão de aplicar o investimento foi definida pela inovação da linha de trabalho da empresa e pela sua receptividade no mercado. “O momento do mercado de fidelidade é de rápido crescimento. Com um modelo inovador e plataforma proprietária, acreditamos que a Netpoints esteja muito bem posicionada para atrair grandes varejistas nacionais e se consolidar como um dos maiores programas do país ainda em 2013”. Outro grande diferencial, segundo o executivo, é o investimento do programa em tecnologia da informação, direcionado para atender as necessidades de relacionamento com o cliente das lojas parceiras.


Formigari ressalta que o fato do modelo de negócio da Netpoints estimular um ciclo de consumo contínuo propicia que a inserção da nova classe média, juntamente com os públicos A e B, seja facilitada. “O benefício inédito dos pontos que não expiram faz toda a diferença na experiência do cliente. A regra torna amplamente viável a troca por prêmios anteriormente difíceis de serem resgatados em programas de fidelidade, como aparelhos eletrônicos e viagens”, afirma.


Expectativas para 2013
Com objetivo de contar com cinco milhões de associados em sua base até o final do ano, a Netpoints, a partir de março, como forma de atender à nova demanda, também irá aumentar a oferta de cinco mil para 100 mil opções de produtos para troca. “Os clientes terão à disposição desde recargas de celular e utensílios domésticos até eletroeletrônicos, passagens aéreas ou mesmo pacotes de viagem. Hoje é possível fazer resgates a partir de 350 pontos e nossa meta é trabalhar com cada vez mais opções em todas as faixas de pontuação”, finaliza Formigari.