O canal para quem respira cliente.

São Paulo, Brasil - 29 de janeiro de 2022, 01:57

Aumenta inadimplência

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O nível de inadimplência dos consumidores na região metropolitana de São Paulo voltou a subir em março, alcançando o maior patamar desde julho do ano passado. O dado faz parte da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), apurada pela Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo). De acordo com o levantamento, o percentual de consumidores endividados com contas em atraso saltou de 42% em fevereiro para 45% em março. A assessoria econômica da Fecomercio afirma que a alta pode ser considerada sazonal, já que nos primeiros meses há um volume maior de gastos, como o pagamento de impostos e vencimento de dívidas referentes às compras de final de ano.

O percentual de consumidores endividados, no entanto, apresentou queda. No mês passado, dos cerca de mil entrevistados, 63% afirmaram ter dívidas. Em março, esse percentual caiu para 61%, o menor resultado desde o início da pesquisa, em fevereiro de 2004. Os economistas da entidade ressaltam que o consumidor está mais cauteloso quanto ao futuro, por isso, resiste em contrair novas dívidas.

Entre os inadimplentes, 34% afirmam que não vão poder honrar os compromissos no curto prazo. Apesar de representar uma alta de apenas um ponto percentual em relação ao mês passado, o dado causa preocupação. Isso porque a inadimplência vem em trajetória de alta desde dezembro, quando atingiu o nível mais baixo já apurado pela pesquisa (33% dos consumidores endividados). Ou seja, não há perspectivas de redução da inadimplência no curto prazo. Isso se confirma também pelo fato de que o comprometimento da renda com dívidas subiu para 34% neste mês, após passar quatro meses consecutivos estável, em 32%. O dado mostra, segundo os economistas, que os consumidores têm destino certo para a sua renda, e resta um espaço muito pequeno para novas dívidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima