Cama, mesa e banho

0
16
De acordo com o Pyxis Consumo, ferramenta de dimensionamento de mercado do IBOPE Inteligência, os brasileiros devem gastar R$ 10,05 bilhões com produtos de cama, mesa e banho em 2014, 6% a mais do que 2013. Esse montante equivale a um gasto de R$ 59,05 por habitante no ano. O maior potencial de consumo está na classe C, que corresponde a 54% dos domicílios e deve responder por 42% desses gastos (R$ 4,20 bilhões). Na sequência, vem a classe B, com consumo estimado em R$ 3,90 bilhões (39% do total projetado para o ano).
Somente no estado de São Paulo, o consumo desses produtos alcança 27% do potencial estimado para o país. Os paulistas devem desembolsar R$ 2,6 bilhões com cama, mesa e banho em 2014. Destaque para a classe B, que tem potencial de consumo estimado em R$ 1,17 bilhão, o que representa 44% do consumo do estado. A classe C aparece na sequência, com potencial de compra de R$ 1,03 bilhão, o equivalente a 39% dos gastos dos moradores do estado com esses materiais. De acordo com o Pyxis Consumo, cada paulista deve gastar, em média, 63,71, acima da média nacional.