Covid-19 provoca aceleração digital

Visa indica crescimento das compras on-line e maior uso do pagamento por aproximação

0
1
Vanesa Meyer
Vanesa Meyer

O comportamento do consumidor da América Latina e Caribe está mudando perceptivelmente em resposta à pandemia da Covid-19, favorecendo as transações de e-commerce e as tecnologias de pagamento por aproximação. Entre janeiro e março, mais de 13 milhões de portadores de cartão Visa de mercados-chave da região fizeram sua primeira transação de e-commerce ou fizeram esse tipo transação depois de uma pausa de mais de 15 meses, segundo dados da VisaNet. Isso significa que dois em dez portadores de cartões ativos no e-commerce, entre janeiro e março de 2020, são novos no segmento. Embora o impacto total da Covid-19 na penetração do e-commerce na América Latina ainda não esteja totalmente claro, os primeiros sinais destacam que o consumidor está migrando seus gastos para o e-commerce.

Segundo outro estudo da Visa, realizada de 15 a 22 de abril de 2020 com 400 consumidores em sete mercados da LAC, embora estejam comprando muitos itens essenciais on-line, a maioria sente que certos tipos de compra exigem uma visita pessoal às lojas físicas, onde o pagamento por aproximação está se tornando o método preferencial. O número de cartões de pagamento por aproximação ativos da Visa triplicou no ano passado na região. Costa Rica e Chile lideram na adoção desse método de pagamento – mais de 50% dos pagamentos presenciais nesses países foram por aproximação. Em 17 mercados da América Latina e Caribe, o número de transações por aproximação realizadas em lojas físicas ultrapassou a casa dos dois dígitos em março. Na Guatemala, as transações por aproximação representaram mais de 30% do total de transações Visa realizadas presencialmente. Em abril, a penetração da transação por aproximação na Colômbia e Paraguai aumentou mais de 20% em relação ao mês anterior e, no Panamá, 1 em 3 transações foi realizada com um cartão por aproximação.

Já no Brasil, o pagamento por aproximação alcançou o marco de 7 milhões de transações mensais em dezembro de 2019, de acordo com a Visa Consulting & Analytics. Esse crescimento tem sido exponencial desde então. Quando comparados os meses de março de 2019 com março de 2020, o crescimento do uso de cartões Visa com pagamento por aproximação no país foi cinco vezes maior de um ano para outro.

“Os consumidores só mudam sua forma de comprar e pagar quando veem valor em fazê-lo. A pandemia mostrou rapidamente os benefícios do e-commerce e do pagamento por aproximação, influenciando o comportamento do consumidor no momento em que saúde, segurança e higiene são suas prioridades, seja em casa ou quando precisa sair para fazer compras”, diz Vanesa Meyer, head de inovação e design da Visa América Latina e Caribe.

Outros insights
– Os pagamentos digitais têm sido o método preferencial de compra. Nos últimos três meses, os cartões de débito foram o método de pagamento preferido 72% das vezes, seguido do cartão de crédito (63%) e, por fim, o dinheiro (44%).

– Os pagamentos centrados no consumidor (métodos mais digitais, como online, carteiras digitais, cartões, P2P etc.) já caminhavam para ser tendência. Desde o início da pandemia, porém, houve um aumento no uso de pagamentos com carteiras digitais e P2P (pessoa a pessoa) – respectivamente, o método de pagamento preferencial de 12% e 30% dos consumidores.

– Na LAC, 17% dos consumidores usaram o pagamento por aproximação em sua última compra, dando preferência a essa tecnologia quando disponível, pois muitos mercados ainda estão em processo de implementação da tecnologia.

– Os consumidores estão entendendo que comprar online é seguro (39% disseram que ‘evitar contato’ foi o critério para comprar online), mas só 26% dos pesquisados consideram essa a forma mais prática de comprar produtos e serviços.

– Os consumidores da pesquisa compartilharam o que mudou em seus gastos: 59% estão comprando mais produtos de limpeza para a casa e 47% estão comprando mais serviços de streaming, se comparado ao consumo antes da pandemia.