Dia das mães em baixa

0
17
Os varejistas tendem a comemorar o Dia das Mães, mas com certa parcimônia: a previsão da pesquisa de Intensão de Consumo Familiar da Confederação Nacional do Comercio (ICF-CNC), feita pela Virtual Gate, é de que o fluxo de clientes cresça entre 7% a 8% na comparação de abril a maio de 2014, porém não superando o registrado no mesmo comparativo dos anos anteriores. “O consumidor está mais cauteloso e ainda tem dúvidas quanto à estabilidade econômica do País e, com isso, segue moderando seus gastos”, afirma a diretora geral da empresa, Heloísa Cranchi.
Como faz todos os anos, a Virtual Gate realizou a pesquisa com mais de 1200 lojas, em todo o território nacional, em diversos segmentos, no período de 12 de abril a 27 de abril – cujo acompanhamento se estenderá até 15 dias pós-comemoração -, para mensurar os índices de fluxo nas lojas durante o Dia das Mães. A análise demostra que fluxo médio no 1ª quadrimestre de 2014 registrou queda de 2,4% em relação a 2012 e de 1% em relação ao mesmo período de 2013.
A análise evidencia ainda que as lojas de rua sofrem retração de fluxo maior que as situadas em shoppings, com redução entre 2013 e 2014 de 1,3% para lojas de rua e 0,8% para lojas de shopping.