Droga Raia completa 100 anos

0
12


Prestes a completar 100 anos, a Droga Raia comemora a consolidação no mercado. A empresa registrou, em 2004, faturamento de R$ 555 milhões – crescimento em torno de 20% em relação ao ano anterior. Para este ano, a empresa, que investe unicamente com capital próprio, prevê aumentar esse montante para cerca de R$ 645 milhões. Somente nos primeiros cinco meses deste ano, a rede já registrou crescimento médio de 16% em relação ao mesmo período de 2004.

Em 2005, a empresa pretende, ainda, inaugurar cerca de 12 filiais, mesmo número de unidades abertas no ano anterior. Os investimentos projetados na expansão são da ordem de R$ 6 milhões – montante igual ao investido em 2004. “A estratégia da Droga Raia no médio prazo é se consolidar como a melhor rede de farmácias do Brasil, ocupando sempre a primeira ou a segunda posição em todos os mercados em que estiver presente”, afirma Antonio Carlos Pipponzi, presidente da Droga Raia.

Neste ano, as novas lojas a serem abertas serão instaladas nos estados em que a rede já atua: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. “Queremos antes consolidar as operações existentes para só então vislumbrar novos mercados. Pretendemos acelerar nosso crescimento, mas sempre preservando a segurança e a rentabilidade da empresa”, explica Pipponzi.

Um pouco de história – A Droga Raia completa, no dia 3 de agosto de 2005, um século de história. Trata-se de uma das poucas empresas de capital brasileiro de qualquer setor a completar 100 anos de existência ininterrupta. Enquanto a quase totalidade das marcas centenárias do País passou por mudanças de controle ou foi vendida para outras empresas ao longo dos anos, a Droga Raia permaneceu controlada e administrada pela mesma família, hoje na quarta geração, mantendo inalterados por um século seus valores e princípios.

Fundada em Araraquara, em São Paulo, em 1905, a empresa familiar cresceu e, durante décadas, fortaleceu sua marca no interior do Estado. Hoje, com 132 lojas, está presente em quatro estados. Em um segmento de concorrência predominantemente regionalizada, a Droga Raia se tornou, em 2000, por meio de sua expansão para o Rio de Janeiro, a primeira grande rede do País a operar fora do seu mercado de origem. Depois de rentabilizar e fortalecer sua operação no mercado fluminense, a empresa deu prosseguimento à sua expansão nacional no final de 2003, com a entrada simultânea nos Estados do Paraná e de Minas Gerais.