O canal para quem respira cliente.

São Paulo, Brasil - 29 de janeiro de 2022, 00:31

Gestão sob medida

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Há cerca de dois anos o Laboratório Oswaldo Cruz, sediado em Londrina (PR), decidiu que era hora de ganhar eficiência e agilizar o atendimento a pacientes por meio da implementação de um sistema de gestão. Depois de um período de pesquisas de mercado, a escolha recaiu sobre o ProHeus, sistema desenvolvido pela Fotini Systems.
“O que mais nos interessou foi o fato de o sistema funcionar como um ERP integrando as funções do laboratório às demais áreas, como financeira e de recursos humanos”, explica Albino Zanatta, diretor financeiro do laboratório. O executivo lembra que, na época, os softwares que mais se aproximavam das necessidades do laboratório ainda não estavam completamente desenvolvidos e testados no mercado.
“Na época, o ProHeus estava em apenas dois laboratórios, mas funcionava por completo”, afirma. Ao longo de um ano, os técnicos da Fotini e os profissionais da área de TI do laboratório customizaram o sistema, criando novos modelos para o mapa de trabalho, envio de resultados e interfaceamentos. Em outubro de 2004, o ProHeus entrou em operação com seus cerca de 30 usuários já devidamente treinados.
Até aqui foram implementados somente os módulos referentes a área técnica, como recepção, triagem, coleta, processamento e entrega de resultados. “Comparando com o que eu tinha aqui anteriormente, melhorou muito”, compara Zanatta, lembrando que exames antes entregues de um dia para o outro, hoje chegam às mãos dos destinatários em quatro ou cinco horas.
Outro ponto positivo é que antes do sistema, não havia interfaceamentos adequados entre o laboratório e o atendimento. “Isso significa que todos os exames tinham que ser digitados e os laudos necessitavam de assinaturas físicas de seus responsáveis. Hoje tudo é lançado diretamente no sistema, via interfaceamento, e as assinaturas são eletrônicas”, afirma o diretor financeiro.
George Kiziroglu, presidente da Fotini, lembra que o projeto ainda será complementado, o que deve ampliar os benefícios. “Ainda não implementamos módulos como gestão de estoque, gerenciamento de RH, contas a pagar e receber etc. Quando eles estiverem em funcionamento, também as áreas administrativa e financeira ganharão eficiência e agilidade”, afirma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima