Grupo Imarés e Sonda unem-se para oferecer serviços de TI

0
2

O Grupo Imarés, empresa brasileira prestadora de serviços contínuos nos mais diferentes segmentos de negócios, e a chilena Sonda, integradora de sistemas que agrega tecnologia para solucionar problemas empresariais, uniram-se para formar a organização Sondaimarés. O objetivo da fusão e melhorar a disponibilidade das estruturas de tecnologia da informação e redução de custos. Além de se manter entre os três principais players do mercado na América Latina. A nova companhia dedica-se a serviços de TI e já possui operações na Argentina, Chile, México, Peru, entre outros países da America Latina.



A empresa, que nasce com 1.800 funcionários e faturamento de R$ 120 milhões, pretende faturar R$ 180 milhões em 2003 e chegar ao final do exercício com 2.400 colaboradores. Para alcançar essa meta, a Sondaimarés irá desenvolver um trabalho junto às empresas públicas. Isso já ocorre nos estados do Piauí e Pernambuco, onde a nova empresa tem contratos em andamentos para desenvolvimento de soluções para gestão de previdência e prefeitura. “A forma de resolver os problemas da previdência é torná-la privada”, comenta Valmir Pereira, presidente do Grupo Imarés. O executivo lembra que a empresa terá duas linhas de serviços. De um lado, as infrasoluções, que fazem parte do portfólio do Grupo Imarés e focalizam a operacionalização da infra-estrutura. De outro, as supersoluções, apoiadas nas ofertas da Sonda, que tem como foco os problemas críticos da gestão de negócios e serão voltadas basicamente a empresas e serviços públicos.

O presidente da Sonda, Andrés Navarro, observa que “a Sondaimarés será uma organização apoiada em pessoas e no trabalho em equipe, adaptável e capaz de lidar objetivamente com as complicações do ambiente empresarial de hoje em dia”.