Magalu cria integração com Auxílio Emergencial

Rede desenvolve funcionalidade para que beneficiários possam usar valor no checkout do site e do app

0
2
Frederico Trajano
Frederico Trajano

Os beneficiários do Auxílio Emergencial, criado pelo governo federal para ajudar famílias de baixa renda impactadas pela pandemia de covid-19, já podem comprar diretamente nos canais digitais do Magalu. A empresa desenvolveu uma conexão direta com a Caixa Econômica Federal que permite o uso do valor em seus canais digitais, sem a necessidade de um cartão de crédito.

Entre os produtos que podem ser adquiridos estão mais de 1 500 itens de mercado e essenciais, como álcool em gel, detergente, sabonetes e fraldas. “Os beneficiários do auxílio emergencial poderão fazer suas compras com segurança”, diz Frederico Trajano, CEO do Magalu. “Mesmo quem não possui cartão de crédito conseguirá aproveitar as vantagens do comércio digital.”

Num primeiro momento, as pessoas cadastradas no Bolsa Família e Cadastro Único que receberem o benefício por meio da Caixa poderão comprar diretamente no site da companhia. Já os desbancarizados também terão, nas próximas semanas, acesso ao cartão virtual da Caixa, podendo automaticamente comprar no Magalu.

Estima-se que 54 milhões de brasileiros sejam elegíveis para receber o Auxílio Emergencial. Para adquirir produtos no e-commerce do Magalu, esses consumidores não precisarão fazer transferências ou saques. “É uma forma simples e direta de comprar os itens necessários”, afirma Trajano. “O Magalu foi pioneiro, entre as grandes empresas do setor, a integrar totalmente seu sistema ao pagamento do Auxílio Emergencial. Vamos facilitar a vida daqueles que não têm conta corrente ou cartões de débito ou de crédito.”

Além da funcionalidade criada para os beneficiários do Auxílio Emergencial, a partir de agora, cerca de 100 milhões de pessoas que detém a funcionalidade débito da Caixa também poderão comprar diretamente no e-commerce do Magalu.