São Paulo, Brasil - 5 de dezembro de 2023, 22:15
Banner Cliente SA_v3

Rodrigo Chaimovich é o novo sócio e COO da b4waste

Rodrigo Chaimovich, COO da b4waste

O executivo chega com a missão de liderar a expansão em escala nacional do combate ao desperdício de alimentos

A b4waste, startup que conecta produtos perto da data de vencimento com consumidores que buscam preço acessível para consumi-lo dentro do prazo, anunciou a chegada de Rodrigo Chaimovich como sócio e Chief Operating Officer (COO) da empresa. Com mais de 20 anos de experiência em marketing, estratégia e desenvolvimento de negócios, o executivo deve comandar a operação da equipe e apoiar no desenvolvimento de parcerias estratégicas. 

Formado em administração de empresas e marketing pela ESPM, Rodrigo atuou por mais de 17 anos na multinacional Danone, onde liderou a área de marketing e ativação global, depois do Brasil, passou por países como Argentina, Colômbia, França e Portugal. Também tem passagem pela Unilever no Brasil e, recentemente, pela startup colombiana Chiper. “A chegada do Rodrigo é um marco no novo momento em que estamos vivendo na b4waste. Estamos somando uma enorme dose de talento e competência aos dois anos de operação, em que comprovamos a eficácia de nossa proposta de valor. Acrescentando sua expertise consolidada na indústria de alimentos, em grandes empresas e mercados diferentes, ganhamos uma visão aprofundada do mercado e uma rede de contatos central para acelerar nossa expansão”, comentou Luciano Kleiman, CEO da b4waste.

Chaimovich afirma estar feliz com o novo desafio, destacando o papel social da empresa e seu potencial. “Não consigo pensar em um propósito mais inspirador que eliminar o desperdício de alimentos. A b4waste conecta pessoas, que buscam economia e precisam valer seu dinheiro, a produtos perfeitos para consumo e que seriam jogados fora em alguns dias. Buscamos uma relação onde todos ganham: o consumidor, oportunidade de comprar seus produtos com desconto; o varejo e indústria, a possibilidade de faturar com produtos que seriam descartados. Para o planeta, menos pressão no ecossistema, uma vez que o desperdício de alimento é terceiro maior emissor de CO2 do mundo”. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima