O canal para quem suspira cliente.

Pesquisar
Close this search box.
Fernando Riva, sócio fundador e VP of Finance & Growth na Iteris

Um ano promissor para o setor de tecnologia

Pesquisa do Gartner para 2023 mostra que os CIOs serão ainda mais voltados para acelerar o tempo de retorno dos investimentos digitais

Autor: Fernando Riva

Chegamos ao fim de 2022 e esta é uma boa época para fazermos algumas previsões para o ano seguinte. Prever o que será da tecnologia no futuro é quase impossível, tendo em vista que estamos falando de uma área que se transforma rapidamente. Entretanto, tomando como base o que o setor tecnológico tem significado na vida das pessoas, das empresas e dos negócios, temos várias pistas que indicam um 2023 promissor.

Passamos a maior parte desse ano discutindo para onde a tecnologia nos levaria, já que ela foi um divisor de águas durante o período de pandemia e teve um impacto enorme em nossas vidas. Estamos diferentes em nosso dia a dia, mudamos a maneira de consumir, trabalhar, fazer negócios, se comunicar – graças a uma avalanche de possibilidades vindas da transformação digital.

Tivemos discussões importantes e novidades no setor neste ano, como o 5G, os debates sobre a inteligência Artificial, Iot, metaverso e uma vida mais agitada no ambiente online. Tudo isso nos permite ter uma expectativa ainda maior para o próximo ano.

De acordo com um estudo realizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pelo LinkedIn, o setor de tecnologia da informação foi o que mais cresceu durante a pandemia na América Latina, registrando uma alta de mais de 60% na taxa de contratação se comparado com o período pré-pandêmico.

Isso se deve ao fato das empresas acelerarem a digitalização em seus negócios, já que muitas companhias adiaram, por anos, essa questão, e não operavam satisfatoriamente no ambiente on-line. No entanto, em meio a uma das maiores crises que tivemos nos últimos anos, elas perceberam a importância da tecnologia. Ou seja, a eficiência virou uma prioridade e aumentou a exigência de qualidade dos serviços prestados no setor.

A pandemia alterou diversas crenças, inclusive a que colocava a tecnologia como suporte para as operações e não como algo para a sobrevivência das empresas. Não que a visão menos estratégica da tecnologia fosse algo comum, mas víamos muitas empresas negligenciando os investimentos em TI, e estas foram as que mais sofreram. Essa mudança é definitiva.

Uma pesquisa do Gartner, de julho de 2022, com mais de 200 CFOs, descobriu que 69% planejam aumentar seus gastos em tecnologias digitais, enquanto a Pesquisa de CIOs e Executivos de Tecnologia do Gartner de 2023 mostra que os CIOs estão sendo encarregados de acelerar o tempo de retorno dos investimentos digitais.

Veremos, cada vez mais, uma demanda maior por geração de valor, representada pela escolha das ferramentas e dos parceiros que possam entregar soluções de negócio que melhorem seus resultados (vendas, margem, retenção de clientes etc). Além disso, no ecossistema de desenvolvimento de software, haverá um aumento de busca por automação de testes (para melhorar a qualidade dos produtos) e das esteiras de entrega contínua (devops), com foco em acelerar a entrada de novas funcionalidades nos aplicativos e sistemas.

A Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes) aponta que o Brasil ocupa o 10º lugar no ranking dos países com o maior mercado do mundo no segmento da tecnologia e é por isso que estamos otimistas com o mercado brasileiro e com uma cautela maior em relação ao internacional.

Sabemos que há muito espaço para o setor por aqui, que combinado com nossa experiência em lidar com crises e inflação, nos faz acreditar que 2023 será mais um ano de crescimento.

Fernando Riva é sócio fundador e VP of Finance & Growth na Iteris.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima