Uma carreira focada em ajudar o cliente

Diante da retração de postos de trabalho, mercado financeiro avança com assessoria de investimentos

0
164
Monique Cremonez, head de captação de talentos da Valor Investimentos
Monique Cremonez, head de captação de talentos da Valor Investimentos

Autora: Monique Cremonez

O mercado financeiro tem se tornado uma área cada vez mais virtuosa e avançada. A partir de 2016, a taxa básica de juros – Selic – caiu substancialmente, virando uma chave na maneira de investir dos brasileiros. Aliado a isso, veio também o controle da inflação reduzida a um dígito. Esses dois fatores foram os grandes responsáveis por transformar os investimentos no país. Atualmente, todo brasileiro tem consciência de que o dinheiro aplicado na poupança dispõe de retornos pouco atrativos.

Descontada a inflação, a caderneta de poupança não tem tido ganho real. Dessa forma, o modelo bancário se tornou ultrapassado, deixando acompanhar as mudanças transformadoras do mercado financeiro e de personalizar o atendimento ao cliente.

Junta-se a esses elementos o fato de que o Brasil encerrou 2020 com um contingente de 14 milhões de desempregados, segundo o IBGE. Diante dessa realidade de mudanças sócio-econômicas, emerge um profissional cada vez mais relevante pelo papel que desempenha na sociedade: o assessor de investimentos.

A assessoria de investimentos é a profissão do presente e do futuro. Os profissionais ligados a essa área de atuação estão inteiramente dedicados a atender cada cliente de forma totalmente personalizada, com a autonomia, independência e expertise necessárias para ajudar as pessoas a tomarem as melhores decisões na hora de investir.

A assessoria de investimentos é uma das especialidades mais requisitadas no mercado atual. Outra diferença: profissionais de diferentes formações podem embarcar nessa carreira, cujo objetivo é melhorar efetivamente a vida financeira das pessoas. Esse modelo de atuação, relativamente recente no mercado brasileiro, já funciona há muito tempo na Europa e nos Estados Unidos.

Cito alguns pontos favoráveis dessa carreira profissional:

– A remuneração: atraente e acima da média do mercado, no médio prazo.

– Independência: autonomia na relação com o cliente, auxiliando-o na tomada de decisão com base no seu acompanhamento.

– Empreendedorismo: empreender no mercado financeiro é ter mais autonomia na sua carreira.

– Profissão Global: você sabia que a profissão está começando no Brasil, mas já é sucesso nos EUA e Europa há muitos anos?

– Especialização: tornar-se um especialista em produtos financeiros possibilita oferecer as melhores opções aos seus clientes.

Alinhamento com cliente: conciliar a expertise adquirida no mercado financeiro com o momento de vida único de cada cliente.

Bons motivos para avançar em 2021 com uma carreira nova no mercado. Portanto, diante de um forte cenário de inflexão global (até por conta da pandemia) e de acentuada elevação de desemprego, há grandes oportunidades nesse campo – cujo ativo é: a evolução do cliente.

Monique Cremonez é head de captação de talentos da Valor Investimentos.