Algar Tech fica entre as melhores empresas para mulheres

Companhia foi selecionada pelo terceiro ano consecutivo para o ranking da consultoria Great Place to Work

0
44

A Algar Tech foi posicionada novamente entre as melhores empresas para as mulheres trabalharem no Brasil. A companhia foi, este ano, pela terceira vez consecutiva, uma das escolhidas na categoria de organizações de grande porte no ranking anual do GPTW Mulher. A iniciativa é da consultoria global Great Place to Work e tem como propósito reconhecer as companhias com as melhores práticas em relação à inclusão e ascensão de mulheres à liderança. Na edição deste ano, foram 641 inscritas e 70 premiadas (35 de porte grande e 35 de porte médio).

Conforme divulgação da empresa, as mulheres ocupam ali 54% dos cargos de liderança – considerando supervisão, coordenação, gerência e direção -, sendo que a companhia tem como sua principal líder a presidente Tatiane Panato, primeira mulher à frente de uma empresa do Grupo Algar. Além disso, a empresa possui políticas de isonomia salarial e metas para garantir que mulheres façam parte dos planos de sucessão da liderança – 50% das indicações de sucessor devem ser mulheres.

A companhia garante também, em seu material de divulgação, que sempre atuou também na retenção de mulheres em retorno de licença maternidade, oferecendo uma série de benefícios que apoiam a mãe, como: jornada de trabalho flexível e home office (desde antes da pandemia), lactários (usados pré-pandemia), programa de terapia online e telemedicina com consultas gratuitas, auxílio-creche, programa de saúde e bem-estar com atividades voltadas para a mulher e vagas de estacionamento exclusiva para gestantes. Em 2020, com a pandemia, gestantes e mães com filhos pequenos tiveram prioridade em relação aos demais na migração para o modelo de home office.

Ainda em 2020, com o objetivo de trazer acolhimento às mulheres que trabalham na Algar Tech e que, porventura, sofram algum tipo de violência física ou emocional, a organização abriu um canal na sua Ouvidoria para receber denúncias de violência, seja doméstica ou não. Para isso, a empresa informa que preparou uma equipe multidisciplinar com profissionais externos da área da saúde, como médicos, psicólogos e psiquiatras, além de contar com auxílio jurídico.

Todas as ações fazem parte do “Algar Sem Barreiras”, programa lançado pelo Grupo em 2018 com a missão de criar uma empresa diversa e que não tolera a discriminação em cinco frentes: Gênero, LGBTI, PcD, Etnia e Gerações. Na Algar Tech há, ainda, um Comitê de Diversidade, cujo papel é ser guardião das ações de diversidade e inclusão, garantindo o engajamento de toda a organização. Além disso, todos os líderes passam por formações sobre diversidade, acessibilidade e inclusão, assegura a área de comunicação.