As motivações da nova geração

Cultura organizacional e comportamento da liderança são listados como pontos principais

0
2

Passar mais de 160 horas mensais em mesas isoladas e sem motivação, fazendo processos mecânicos e burocráticos para receber o tão almejado salário no início do mês ficou de vez no passado. É o que aponta uma pesquisa realizada com mais de 4.500 colaboradores pela Concentrix, que tem sua maior parte composta por colaboradores em uma faixa etária inferior a 30 anos, sendo 30% deles em sua primeira experiência na área. A análise, que abordou pontos como as condições de trabalho, os objetivos e as maiores inspirações dos respondentes no ambiente corporativo, pôde constatar que a nova geração está cada vez mais engajada em encontrar ambientes que fujam do tradicional e valorizem o cuidado com seus funcionários.

Os dados coletados revelaram que 76% das pessoas buscam inspiração na forma de atuação do líder para dar o seu melhor e ainda apontam que o cuidado que a empresa tem com os colaboradores e a cultura vivenciada no dia a dia melhoram a rotina (31%), o que traz benefícios não só para funcionários, mas também para a empresa. Melhores salários e benefícios (29%) também fizeram parte da pesquisa como pontos importantes a serem levados em consideração pelos gestores. Porém, o que mais chamou atenção foi a preocupação que os funcionários deram ao seu crescimento dentro da empresa. Metade (50%) investe em seu desenvolvimento profissional por acreditar que a companhia proporciona grandes possibilidades para uma carreira de sucesso.

A empresa concluiu que uma cultura organizacional forte aliada com as características da personalidade da nova geração, que se adapta as adversidades e aos desafios diários, traz por consequência um aumento de produtividade, tanto na performance individual quanto na coletiva, o que agrega diferencial no meio corporativo e também contribui para um baixo índice de turn over.