In House preparada para novas regras

0
1



A In House, empresa especializada em projetos personalizados de contact center, anunciuo que já está preparada para atender todas as normas descritas no Decreto 6523/2008, assinado em 31 de julho pelo Presidente da República do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. A empresa investiu em tecnologia e precisou rever alguns processos para oferecer aos clientes todas as ferramentas para disponibilizar um atendimento de maior qualidade em menor tempo, como previsto no Decreto.

 

Segundo Kleber Theodoro Mostroto, coordenador de TI da In House, a empresa investiu em um ambiente de virtualização e alta disponibilidade, no-breaks, servidores, gravadores, softwares de monitoramento. “Revisamos nosso sistema de atendimento padrão para reduzir o número de transferências de ligações e garantir sempre a opção de contato com o atendente. Agora podemos afirmar com segurança que gravamos 100% das ligações do nosso call center”, declara.

 

A empresa já encontrou parceiros para fornecer a tecnologia necessária para realizar o atendimento a surdos e mudos como prevê o Artigo 6º do Decreto. “Nos preparamos para atender as exigências do Decreto, pois acreditamos que apesar de este se aplicar apenas a algumas empresas prestadoras de serviços regulados pelo Poder Público Federal, as normas serão estendidas a todas as empresas que oferecem SAC. O nosso objetivo é disponibilizar as melhores tecnologias existentes no mercado, assim como rever processos e oferecer profissionais qualificados aos clientes, sendo eles obrigados ou não a obedecer a legislação”, relata Silvia Marinho, diretora de operações da In House.

 

A empresa acredita que mais do que uma regulamentação, o Decreto 6523/2008 é uma norma que exige um padrão de qualidade que passará a ser referência em todo o mercado. “Infelizmente foi preciso uma intervenção do governo para garantir um direito que antes de ser do consumidor, já era do ser humano. Agora cabe às empresas entender o recado e estabelecer um diálogo com seus clientes de uma forma mais transparente e eficaz, tratando-os com respeito e dignidade”, afirma Welson Marinho, diretor comercial da In House.