Tivit abre escritórios na França e EUA

0
5



A Tivit, que já presta serviço de desenvolvimento de sistemas e gestão de infraestrutura de TI para 14 países, anuncia a inauguração de duas subsidiárias internacionais, nos Estados Unidos e na França. As unidades atuarão como front office com os atuais clientes multinacionais e identificarão novas oportunidades de negócios nessas regiões. “A estruturação de operações no exterior é parte do nosso processo de internacionalização e exportação de serviços”, afirma Luiz Mattar, presidente da Tivit.

 

Atualmente, tanto o escritório americano quanto o francês estão sob a coordenação do executivo José Maria Gadanha, vice-presidente de sistemas aplicativos da Tivit. Para conduzir a operação no exterior foram contratados profissionais nativos, que passaram por treinamentos na Tivit e nos clientes que a companhia já atende nos dois países. “Avaliamos que a contribuição de executivos que nasceram e fizeram carreira em seus respectivos países é valiosa para atender as expectativas desses mercados”, explica Gadanha.

 

Todo o portfólio de Sistemas Aplicativos será ofertado nos dois países. Inicialmente, os setores alvo serão manufatura e finanças. “Mas também estamos preparados para atender todo o tipo de demanda relacionada a gestão remota de infraestrutura de TI e outsourcing de aplicativos”, diz Gadanha. Estas operações não estarão restritas à França e aos Estados Unidos. Todo o mercado europeu e da América do Norte será explorado pela companhia.

 

“Percebemos diversas oportunidades de negócios, que não se restringem a esses dois países”, comenta Luiz Mattar. “As empresas brasileiras vem surgindo fortemente como uma alternativa para negócios antes alocados em outros países em desenvolvimento”. Além de estabelecer presença nos dois países, dentro da estratégia para exportações, a Tivit contará também com uma equipe de profissionais brasileiros, que atuarão na operação dos clientes a partir das 18 unidades operacionais da companhia no Brasil.

 

Crescimento – O plano de expansão internacional se deve, principalmente, aos resultados conquistados em 2008. A Tivit encerrou o ano com faturamento de R$ 966,2 milhões, registrando crescimento de mais de 30% em relação a 2007. “Este foi um ano excelente e de muitas conquistas. Uma parte importante do nosso crescimento veio da nossa base de clientes, além de termos conquistado um volume expressivo de novos negócios em diversos segmentos da economia, como varejo, financeiro, mídia e telefonia”, comemora Mattar.

 

Para 2009, a Tivit espera manter o ritmo de bons resultados obtidos e projeta um crescimento de 20%, atingindo um faturamento total acima de R$ 1,1 bilhão. De acordo com Luiz Mattar, existem muitas oportunidades de negócios em terceirização de serviços e de processos. “Por isso, mesmo diante de um cenário de instabilidade na economia mundial, acreditamos que a empresa manterá sua velocidade de expansão”, conclui.