Como ficam os bancos?

KPMG destaca tendências e desafios no setor bancário frente ao cenário de pandemia

0
6
Rodrigo Lia
Rodrigo Lia

A KPMG realizou uma pesquisa com o raio-x do atual cenário do setor bancário frente à pandemia causada pela Covid-19. O documento aponta as principais tendências e desafios do segmento e ainda mostra os caminhos para a retomada da economia com auxílio do setor bancário como alta liquidez, ambiente de tecnologia estável e queda na relação física com o cliente. “O setor bancário sempre foi fundamental para a economia e tem demonstrado, ao longo dos anos, grande capacidade de adaptação e inovação frente aos diversos desafios que lhe são impostos como crises, novas concorrências, avanços tecnológicos, mudança no perfil dos clientes e certamente não será diferente agora. Estamos convictos que, nesse cenário, o setor bancário tem um papel relevante no processo de normalização e retomada econômica apoiando os diversos setores da economia com seus serviços e produtos”, explica o sócio da KPMG Rodrigo Lia.

Desafios do setor bancário:
– Gerir o risco de crédito e o risco de liquidez, minimizando impactos.
– Revisitar despesas e gerar previsão atualizada com perspectivas COVID.
– Ajustar modelos de negócio para se manter viável (entidades de nicho / médias).
– Entender como compactar a estrutura e construir um plano de implementação.
– Migração do relacionamento para digital, incluindo experiência e comunicação.
– Gestão de segurança cibernética e monitoramento de fraudes em ambiente digital.
– Modelo operacional em modo remoto.
– Avaliação do plano de continuidade de negócios (fornecedores críticos).

Tendências para o setor bancário:
– Migração de clientes e relacionamento para canais digitais.
– Ajustes de processo eliminando interações físicas.
– Alteração da oferta para viabilizar sobrevivência de negócios médios e de nicho.
– Desenho e implementação de novos modelos operacionais digitais.
– Aquisições ou parcerias com outras instituições (capitalização grandes bancos).