ACS aprimora treinamento dos colaboradores

0
2


A Citrix® Systems, empresa de soluções de infra-estrutura de acesso, anuncia que a ACS, empresa de contact center do grupo mineiro Algar, adquiriu 180 licenças do Citrix Presentation ServerT 4 para elevar a eficiência dos treinamentos, reduzindo custos com tecnologia da informação (TI). Com a nova implementação, finalizada em setembro de 2005, a ACS passou a contar com 1.030 licenças da plataforma de acesso Citrix. A companhia responsável pelo planejamento e adoção da solução foi a LCS.

O diretor de Tecnologia da ACS, Carlos Maurício Ferreira, reforça que o uso do Presentation Server na área de treinamento possibilitou a diminuição de 13 para 9 salas de treinamento, eliminando os custos imobilizados. Antes, cada sala tinha uma estrutura dedicada a um cliente específico ou a um grupo deles. Isso ocorria porque certos softwares de clientes da ACS exigiam estações de trabalho com uma configuração atualizada – como processador com velocidade acima de 1,5 GHz e 256 MB de RAM – que permitissem, por exemplo, que durante o treinamento o ambiente vivenciado pelo operador no dia-a-dia fosse replicado.

“Com a plataforma de acesso Citrix, não importa a configuração da estação de trabalho no treinamento, pois elas são um canal para o usuário acessar o software executado no servidor”, afirma Ferreira. Segundo ele, além de eliminar os custos, o tempo para tornar os aplicativos disponíveis para uma sessão de treinamento, que antes era de 60 horas em média para uma sala com 30 PCs, agora é praticamente nulo – com a instalação do programa as salas já ficam automaticamente preparadas para receberem os treinandos. Ao longo de 2006, a ACS espera dobrar o número de licenças em uso, à medida em que expandir a implementação dos clientes.

Mais performance por servidor – em agosto de 2005, a ACS substituiu o Citrix Presentation Server XP, implementado em 2003, pelo Citrix Presentation Server 4 – ferramenta que permite que cada ponto de atendimento ofereça acesso aos aplicativos necessários para atendimento por fone ou web. Com a migração, cada um dos 19 servidores de plataforma Windows ServerT 2000 com a solução Citrix passou a oferecer 25% a mais de performance por ponto de atendimento. “Desta forma, a ACS manteve o mesmo parque de servidores para incorporar as novas 180 licenças Citrix para as salas de treinamento”, ressalta Ferreira.

Para Jorge Ribkin, diretor da área corporativa da Citrix, a facilidade de gerenciamento de perfil de usuário foi outra vantagem obtida pela ACS com a plataforma de acesso Citrix. “Cada grupo de pontos de atendimento atende a um cliente específico, sendo assim os aplicativos aos quais ele tem acesso estão ligados a identidade do grupo e não à estação de trabalho usada”, explica Ribkin.

“Isso traz dois benefícios: se a estação de trabalho ficar inoperante, o atendente pode usar qualquer outra máquina imediatamente, e terá acesso aos mesmos programas. É importante dizer que um operador da companhia X não tem acesso aos aplicativos da Y, também cliente da ACS, conforme regem os contratos de prestação de serviços do setor”, finaliza o executivo da Citrix.