ACS e Integra finalizam etapa do programa de capacitação

0
8

A ACS e o Instituto Integrar entrega hoje, em Uberlândia, os diplomas para mais uma turma, formada por 20 profissionais, do curso de capacitação de portadores de necessidades especiais e da melhor idade (profissionais acima de 40 anos). Durante duas semanas estes alunos participaram de um treinamento voltado especificamente à preparação e formação de profissionais. Foram ministradas aulas de geografia, matemática, português, informática e noções de atendimento ao cliente, numa maratona de capacitação feita nas dependências da ACS. A carga horária total foi de 40 horas e as aulas do curso foram ministradas por atendentes e treinadores voluntários da ACS.

Para participar, os portadores de necessidades especiais foram pré-selecionados pelo Instituto Integrar e indicados à ACS. A parceria teve início há dois anos. “É uma relação gratificante pois, mesmo que não haja a absorção plena desta mão-de-obra no contact center, contribuímos de forma eficaz para o desenvolvimento das habilidades de cada um e para o seu futuro aproveitamento no mercado de trabalho”, explica a diretora de talentos humanos da ACS, Cida Garcia.

Atualmente trabalham na ACS cerca de 40 pessoas portadoras de necessidades especiais e todos os formandos desta turma estão em fase de seleção na ACS. “Todos passam pelo mesmo processo de avaliação, independente de serem jovens, idosos ou portadores de necessidades especiais. Contratamos os atendentes seguindo uma avaliação criteriosa de seu potencial”, conclui Cida Garcia.

Esta é a terceira edição do curso de capacitação que já formou mais de 150 profissionais. “A parceria com a ACS é importante, porque através do programa de capacitação, podemos proporcionar treinamentos e disponibilizar profissionais qualificados para as empresas. É uma qualificação e recolocação de portadores no mercado”, comenta a diretora do Instituto Integrar, Rosana Ribeiro.

Desde o seu planejamento a ACS preparou instalações adaptadas para receber profissionais portadores de qualquer deficiência física ou motora. Rampas de acesso, portas amplas, instalações sanitárias especiais, faixas e calçadas adaptadas, toda a infra-estrutura possibilita a plena mobilidade pelas instalações do contact center.