Cruzando culturas sem ser atropelado

0
3
Os meios de comunicação transformaram as relações humanas e deram aos países uma aura provincial, como se todos pudessem compartilhar ou ter as mesmas coisas. É como se o mundo fosse plano, e todos pensassem as mesmas situações ou tivessem as mesmas necessidades. A presença global de marcas pode até levar algum desavisado a acreditar nisso. Mas não, o mundo não é plano. Às vezes, o vizinho de baía não compartilha da mesma cultura. A sociedade contemporânea pode ter reduzido as fronteiras, mas não as dissipou e as diferenças culturais que fazem parte da mola que impulsiona o crescimento humano. Atenta aos movimentos atuais, a Editora Évora traz o livro “Cruzando culturas sem ser atropelado – Gestão transcultural para um mundo globalizado”, de Fernando Lanzer, que oferece uma perspectiva das diferenças culturais na gestão de pessoas e negócios.
O autor pode ser considerado um cidadão do mundo, nasceu gaúcho, morou nos EUA e hoje vive em Amsterdã, Holanda. Por conta das necessidades corporativas tornou-se um pesquisador social e um antropólogo do mundo corporativo dos tempos modernos ao cruzar culturas e traçar semelhanças e diferenças. Um desafio assustador que Lanzer transformou nesse livro e afirma contundentemente: “quando não tiramos nossos óculos, temos também a tendência de formar es­tereótipos culturais e fazer generalizações sobre as pessoas de outras nacionalidades”. “A cultura é algo muito permanente, que dura séculos com apenas pequenas variações superficiais e quase nenhuma mudança no seu cerne”, destaca.
O livro apresenta seis modelos de dimensões culturais seguindo valores subjacentes que são: Distância de poder ou DDP, Individualismo (IDV), Orientação para o desempenho (OPD), Controle da Incerteza (CDI), Orientação de Longo Prazo (OLP), Hedonismo (HED), e, a partir desses modelos, traça uma análise das diferentes formas de agir em diferentes partes do mundo e compara o comportamento em alguns países, e como esses modelos podem ser limitadores do sucesso nas relações pessoais ou nas relações nos diferentes países. Lanzer ainda narra para os leitores algumas características culturais de países como Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Holanda e Brasil, e convida o leitor a refletir com ele algumas questões básicas sobre o tema.
Ficha Técnica
Título: Cruzando culturas sem ser atropelado 
Subtítulo: Gestão transcultural para um mundo globalizado 
Autor: Fernando Lanzer
Páginas: 248
Preço: R$ 69,90