Facilidade até no atendimento

0
3



Com objetivo de agilizar o atendimento aos consumidores, a eFácil investiu nas soluções da NeoAssist. A loja virtual implmentou os sistemas de Atendimento Inteligente, Gerenciador de e-mails, Chat e Workflow.

 

Dando imediatismo para solucionar dúvidas, a eFácil apostou no Atendimento Inteligente, que interpreta perguntas digitadas e apresenta respostas de forma automática para os consumidores, 24 horas por dia e sem intervenção humana. Segundo Gabriel Costa, analista comercial da eFácil, a solução trouxe resultados bem positivos. “Diminuímos o número de ligações e podemos esclarecer as dúvidas dos clientes sem a necessidade de contato mantendo ainda mais a exatidão das respostas. Das 8,5 mil perguntas mensais, 55% delas são esclarecidas no Atendimento Onteligente”, aponta.

 

Apoiando o gestor da área de atendimento no controle das dúvidas e categorização das perguntas a NeoAssist implantou, também, o Gerenciador de E-mail, solução que permite o controle sobre o fluxo de mensagens recebidas e enviadas pelo SAC. “O número de resposta aumentou em torno de 35%. Além, disso a ferramenta permite um melhor controle e gerenciamento de nosso relacionamento com os clientes, bem como do tempo gasto para responder as dúvidas. Entre os muitos benefícios, conseguimos, também, categorizar as dúvidas e reclamações por assunto e dessa forma atuar no que for mais agravante”, explica o analista.

 

Já para dar aos e-consumidores um novo canal de atendimento, a eFácil adotou o Chat NeoLive, permitindo realizar até quatro atendimentos simultâneos, disponibilizando aos operadores respostas automáticas de acordo com as perguntas formuladas pelo consumidor. Por último, a empresa implementou a solução de Workflow, ferramenta que integra 100% os departamentos internos e externos à central de atendimento. “Com esta ferramenta, acompanhamos mais de perto os colaboradores e áreas responsáveis, permitindo ter uma melhor definição e acompanhamento das atividades por áreas de atuação e assim, conseguimos mensurar o nível de atendimento das áreas envolvidas”, conta Costa.