Home Agent cresce quatro vezes com suporte de CRM

Plataforma integrando diferentes APIs e interface intuitiva foram decisivas para crescimento da operação

0
76
Diogo Silva, executivo sênior de contas da Pipedrive, e Fabio Boucinhas, CEO da Home Agent
Diogo Silva, executivo sênior de contas da Pipedrive, e Fabio Boucinhas, CEO da Home Agent

A Home Agent, operação de atendimento baseada em processos totalmente remotos, anunciou que vem mantendo o crescimento de demanda ao longo da pandemia. O pico foi atingido logo nos primeiros 10 dias da crise sanitária, recebendo uma média de 30 pedidos de propostas. Para atender essa repentina demanda, a empresa destacou que a Pipedrive, plataforma global de CRM e gestão de vendas, foi uma parceira fundamental para o gerenciamento das atividades do time e das oportunidades de negócios. 

“Com a integração da plataforma da Pipedrive com outras ferramentas – como a que opera o nosso canal de “fale conosco”, por exemplo – conseguimos administrar todo o pipeline de novos negócios e acompanhar o desenvolvimento de um jeito muito mais eficiente”, assegurou Fabio Boucinhas, CEO da Home Agent.  Segundo ele, a agilidade de um CRM em nuvem permitiu que a startup redesenhasse o funil de vendas rapidamente. Além disso, após ter estruturado todo o seu processo e passado a operar com uma equipe de vendas dedicada, os negócios da Home Agent aumentaram quatro vezes em menos de um ano e meio. “Por sermos um time pequeno, optamos por uma plataforma que traz inúmeras funcionalidades e oferece uma interface intuitiva e fácil de usar, o que contribui para o treinamento da equipe”. 

Ajudando a vender
Durante a pandemia, a automação de vendas desempenhou um papel importante para garantir bons resultados na área. Segundo pesquisa realizada pela Pipedrive com profissionais do setor, 67% dos vendedores que usam esse tipo de ferramentas atingem suas metas. O percentual de entrevistados que as usam aumentou de 51% em 2019 para 63% em 2020. 

Além da desaceleração do mercado, com 45% dos entrevistados lutando para conseguir oportunidades de negócios, o trabalho remoto trouxe desafios para gerenciamento de equipes. Com isso, a área de vendas precisou se digitalizar, dos entrevistados que trabalham em casa, 83% usam algum sistema de CRM. 

Para Diogo Silva, executivo sênior de contas da Pipedrive, o maior desafio das PMES é melhorar a maneira de transmitir informações aos operadores e clientes. “Ao centralizá-las em uma plataforma de CRM, a empresa consegue ter uma visão completa do negócio, acessando as informações de maneira mais simples e conseguindo reportá-las rapidamente”.  O executivo afirma que é importante escolher uma plataforma que se encaixe nas necessidades da empresa e nas metas planejadas.