Pesquisa revela perfil de profissional de TI

0
6

Os profissionais de TI no País em sua maioria são solteiros (51,11%), recebem salários entre R$ 2 mil e R$ 5 mil (40,56%), atuam na profissão há pelo menos cinco anos (41,69%), utilizam internet por até três horas por dia no trabalho (58,34%), passam até 30 dias por ano em treinamento (54,45%) e adoram viajar e ir ao cinema (73,89%). O perfil emerge da Pesquisa Profissionais de TI, realizada pela Impacta Pesquisas de Mercado (IPM), que ouviu profissionais de tecnologia de 150 empresas usuárias de informática do Brasil. O trabalho detectou ainda que a maioria possui um carro popular (35%) e tem domínio do inglês técnico (82,22%).

A pesquisa serve de base para a empresa ampliar a qualidade de seu atendimento em treinamentos de informática, telecomunicações e internet. De acordo com Célio Antunes, diretor da Impacta e da Diretoria do Núcleo Empresarial Sindical da Fiesp, “a empresa que quiser manter um profissional de TI precisa pagar bons salários, fornecer constantemente treinamento e oportunidades de promoções.” A maioria (63,89%) dos profissionais consultados afirmou já ter recebido de uma a cinco promoções no local de trabalho e 91,12% consideram que o treinamento tem importância de 8 a 10, em uma escala de valores de 0 a 10.

Com relação ao grau de escolaridade, a maior parte tem curso superior (44,44% completo e 29,44% incompleto) e 21,67% têm segundo grau. Sobre o cargo, estão no mesmo cargo a menos de um ano 33,33% dos entrevistados, enquanto de um a cinco anos permanecem na mesma posição, 41,12% dos entrevistados. Nunca tiveram outra profissão 45% dos entrevistados, já 14,44% atuou em pelo menos uma profissão diferente.