Softway abre vagas para Portadores de Necessidades Especiais

0
7

A Softway Contact Center iniciou na semana passada, em Florianópolis, a segunda fase do Projeto Horizontes, que vai gerar, nesta etapa, 40 vagas para Portadores de Necessidades Especiais (PNE). O Projeto Horizontes é uma parceria entre a Softway Contact Center e o Instituto Habilitare, cujo objetivo geral é gerar oportunidade efetiva de trabalho, estudo e renda para indivíduos e famílias que não conseguem prover suas necessidades básicas.
Em sua primeira fase, que teve início em setembro do ano passado na capital catarinense, o Projeto Horizontes capacitou gratuitamente 579 pessoas e gerou 212 oportunidades de trabalho, a maioria para jovens em busca do primeiro emprego. Já em Jundiaí, cidade do interior paulista, onde o projeto também foi implantado no ano passado, dos 2.353 participantes do processo seletivo, 641 foram contratados pela Softway. O Horizontes continua funcionando normalmente nestas duas unidades e brevemente será lançado nas unidades da empresa em São Paulo.
Em vigor desde 1991, a Lei 8.231 determina que entre 2% e 5% das vagas de uma empresa sejam reservadas aos portadores de deficiência, dependendo do número de funcionários. Segundo dados da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), existe no Brasil cerca de um milhão de pessoas portadoras de deficiência física capacitadas a exercer alguma atividade profissional.
Na opinião do diretor de sdministração e recursos humanos da Softway, Topázio Silveira Neto, idealizador do projeto, a proposta é buscar caminhos para ajudar a minimizar os problemas enfrentados pelos portadores de necessidades especiais ao tentarem conseguir uma colocação profissional. “Os Portadores de Necessidades Especiais são tão especiais quanto os demais profissionais da empresa, com a diferença que, no caso deles, as oportunidades de mercado são muito menores. É neste ponto que a Softway se destaca, oferecendo estas oportunidades e capacitando estas pessoas”, afirma Topázio.
Para participar desta etapa do Projeto Horizontes, os candidatos não precisam ter experiência anterior nem pagar qualquer tipo de taxa, mas devem ter o ensino médio (2º grau) concluído. Os selecionados farão, gratuitamente, um curso de técnicas de vendas e atendimento. A partir do desempenho neste curso, a Softway vai escolher as 40 pessoas que serão contratadas.