Empreendedor.com

0
2



Autor: Tiago Aguiar

 

Nas últimas semanas, um dos principais assuntos no Brasil e no mundo, além da Copa, são as mobilizações que os brasileiros têm promovido nas redes sociais. As campanhas ocupam o primeiro lugar no Trending Topics mundial do Twitter e já ganharam espaço nas capas de publicações brasileiras e jornais do mundo. Há quem interprete toda essa repercussão apenas como um reflexo do enorme poder de socialização que nosso povo possui. Mas, além disso, considero que todo o sucesso das investidas brasileiras, tanto nas redes sociais como na Internet em geral, se deva também ao forte espírito empreendedor dos brasileiros, capazes de não somente perceber boas oportunidades, mas de transformar as ideias em ações.

 

O mercado brasileiro começou a olhar mais atentamente para os novos caminhos que a Internet oferece há cerca de dois anos. A partir de então, o mundo dos negócios iniciou um processo de constante adaptação ao mundo corporativo virtual. Contudo, o que chama bastante a atenção dos especialistas, é que o avanço das grandes empresas não acompanha o rápido crescimento dos profissionais autônomos e pequenos e médios empreendedores na rede.

 

Qual o melhor lugar para se explorar novas ideias do que em um ambiente em crescimento e desenvolvimento? Empresários, pesquisadores e estudiosos do e-commerce ainda buscam conhecimento sobre esse mercado. Seja quem já está no negócio há tempos, seja um novo empreendedor, todos ainda estão aprendendo sobre a área, o que nivela e soma pontos para quem está em uma nova empreitada mercadológica.

 

As possibilidades da Internet são infinitas. À medida que as pessoas criam soluções e serviços, mais oportunidades surgem, alimentando assim o ciclo de oferta e procura on-line. Por causa da enorme segmentação, há espaços ainda não descobertos ou não interessantes para as grandes empresas, e, para um empreendedor com coragem e visão de mercado, essa pode ser a chance de tirar os sonhos do papel e transformá-los em realidade.

 

A necessidade de menos capital para investimento, disponibilidade de maior tempo para implantação e testes da empresa, e a abrangência do leque de oportunidades, tornam a Internet um ótimo espaço para empreendimentos. Há também a procura por alternativas para o aumento ou criação de renda, além da busca pela chance do sucesso pessoal e profissional. E as perspectivas de consumo são otimistas: de acordo com a última pesquisa do Ibope eRankings, 3,5 milhões de brasileiros fizeram compras on-line no mês de maio, e este número só tende a aumentar.

 

Empreender é perceber oportunidades e não deixá-las escapar. Portanto, seja por meio de blogs humorísticos sobre famosos, sites com dicas de moda, beleza ou consumo, mobilizações on-line de alcance mundial ou na criação de novos serviços e produtos, o momento de inovar, se dedicar e se esforçar é agora. Mas, não se deve esquecer que, assim como as possibilidades de sucesso são infinitas, os riscos também são. Apesar de todas as facilidades e vantagens, é importante ter sempre em mente: planejamento, persistência e paixão são o que movem uma empresa, física ou virtual, em direção ao sucesso.

 

Tiago Aguiar é apresentador do programa Atitude BR.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMonitoria de redes sociais
Próximo artigoCultura de inovação em P&D