Inttegra apresenta solução de segurança para redes

0
1

A Inttegra, especializada em soluções de tecnologia da informação, internet e telecomunicações, lança uma solução end-to-end de segurança para redes de missão crítica, baseada no conceito de “segurança e disponibilidade totais”, o que inclui desde a implementação de firewalls (muralhas lógicas contra cyber-ataques) e blindagem dos servidores, até a criação de normas de comportamento na rede por parte dos funcionários. De acordo com este conceito, apesar de absorver toda a sorte de restrições de segurança, a rede tem sua performance garantida por sistemas avançados de acesso e gerenciamento de tráfego.

De acordo com Tales Navarro, diretor presidente da Inttegra, a preocupação central da solução de segurança é garantir ambientes virtualmente invioláveis para a prestação de serviços a usuários corporativos ou a grandes massas de pessoas via web. O sistema é indicado tanto para grandes empresas; interessadas em formas seguras de interagir com clientes, funcionários e parceiros através da internet pública; como também para empresas de utilities e órgãos de governo, que necessitam de grandes estruturas de comunicação corporativa e de prestação de serviços ao público.

Além de toda a infra-estrutura de proteção e detecção de intrusos, a solução da Inttegra contempla a criação de hierarquias de acesso a dados e serviços da rede, incluindo-se aí o uso de cartões inteligentes com senhas de acesso dinâmicas para usuários remotos. O sistema abrange também a definição de uma Console Única de Resolução de Problemas, capaz de garantir o gerenciamento centralizado dos itens de segurança.

Após a implantação da infra-estrutura de hardware e software, as equipes da Inttegra promovem treinamento de uso seguro da rede para os usuários corporativos, além de repassar know-how de segurança para os seus administradores internos. “Em certos casos chegamos até a desenvolver um Manual de Normas de Uso da Rede de Informática, com todas as normas de procedimento no uso de recursos da mesma”, comenta Tales Navarro.