Publicidade on-line de alto impacto

0
6
Autor: Stefan Schimenes
Não é de hoje que vemos a publicidade digital crescendo a níveis bem maiores do que em outros meios, como jornais, revistas e até mesmo TV. Segundo pesquisa realizada pelo comScore, os brasileiros que hoje têm acesso à internet já gastam mais tempo na web do que  aqueles que assistem à TV. São 52,3 milhões de brasileiros que navegam na internet diariamente, com um tempo médio que passa de 3h30 durante a semana e de 20h por mês.
Neste cenário, cresce a quantidade de anúncios online e o desafio das agências é inovar para ganhar a atenção dos internautas e aproveitar da melhor maneira o aumento de verba publicitária destinada ao mercado digital.
Diferente de outras mídias, a internet possibilita que as marcas interajam com o seu público-alvo de diversas formas e metrifique o resultado instantaneamente. Mas, a velocidade com que tudo ocorre na web exige que as empresas acompanhem as mudanças e estejam dispostas a apostar sempre em novos modelos.
Procurar apenas os sites com maior audiência e comprar um espaço padrão naquela página já não se mostra efetivo. As empresas precisam saber onde está o seu público-alvo, podem contar aqui com a ajuda das ad networks, e ainda assim aproveitar as tecnologias que permitam acompanhar as evoluções do mundo online.
Em termos de mídia online gráfica, muitos formatos de anúncios padronizados há tempos, quando a publicidade digital ainda despontava como uma tendência, são utilizados até hoje, mas têm apresentado redução de performance cada ano e limitam demais o processo criativo de qualquer agência.
A linguagem HTML5, por exemplo, é muito mais robusta e permite um alto grau de flexibilidade, assim os profissionais de criação não precisam mais ficar presos àqueles famosos formatos convencionados nos primórdios e podem dar asas à imaginação para chamar a atenção dos internautas. Além disso, possibilita integração com novas tecnologias, como o mobile, segmento cuja receita mundial com publicidade deve chegar à cifra de 18 bilhões de dólares neste ano, segundo estimativas da consultoria Gartner.
Com o crescente investimento em dados móveis e o mercado de smartphones em alta no país, este é um segmento que também merece atenção dos anunciantes.
Se antes a dúvida era levar ou não a sua marca para a internet, hoje é preciso agir com agilidade para saber onde estão navegando os seus consumidores e procurar formatos inovadores de publicidade para chamar a atenção deste público e incentivá-los a interagir. Acompanhar o ritmo das novas tecnologias é o grande desafio, e aí sobressai quem antecipa o futuro, sobrevive quem identifica as mudanças e cria.
 
Stefan Schimenes é cofundador da Cazamba, empresa de tecnologia em mídia digital.