Qualidade das informações

0
11


A Store Automação, empresa especializada em soluções para logística, projetos especiais e fábrica de software, acaba de finalizar o processo de implementação de uma solução desenvolvida para coletores de dados na Usiminas, complexo siderúrgico que produz anualmente 9,5 milhões de toneladas de aço.

O middleware – aplicativo criado com a característica de interface que permite o fluxo de informações entre os coletores e o sistema integrado da indústria, será utilizado pelas áreas de Laminação a Frio, que produz chapas finas de aço, e a Aciaria, superintendência responsável pelo refino e conformação das placas de aço que serão utilizadas pelas áreas de laminação. Com o objetivo de otimizar o processo dos usuários que abastecem a rede da companhia com os dados coletados por hardwares da HHP (Hand Held Products) e da Symbol, a interface desenvolvida pela Store Automação permitirá maior agilidade no controle dos processos.

A Aciaria utilizará a solução para transferir ao sistema da siderúrgica informações sobre a localização, movimentação, dados dimensionais e inspeção por forma e aspecto nas mais de 800 placas produzidas diariamente e que são enviadas aos setores de laminação. Aqui, o objetivo é substituir o trabalho que antes era feito manualmente, o que acarretava erros de digitação dos dados, melhorando a confiabilidade das informações. Já na área de Laminação a Frio, o middleware passa a controlar quatro funções existentes na operação: embalagem, processo de validade das chapas; desembalagem, quando é necessário averiguar se há algum defeito no produto; localização e inventário.

“Na prática, a solução desenvolvida pela Store Automação traz uma interface que ajuda a identificar com mais precisão os erros, além de melhorar a performance de quem utiliza os coletores e otimizar o tempo dos processos existentes nas duas principais áreas da siderúrgica”, comenta Jayme Brum, analista de tecnologia da Usiminas.